Centenário de naufrágio é oportunidade perfeita para relançar "Titanic" em 3D, diz James Cameron em vídeo

Da Redação

  • Reuters

    Cena do filme "Titanic", de 1997, com Leonardo DiCaprio e Kate Winslet

    Cena do filme "Titanic", de 1997, com Leonardo DiCaprio e Kate Winslet

Lá se vão 13 anos desde que "Titanic" entrou em cartaz no Brasil, em 16 de janeiro de 1998. E no dia 6 de abril de 2012, quando o épico voltará aos cinemas de todo o mundo na versão 3D, quase um século terá se passado desde que o transatlântico (supostamente imune a afundamentos) naufragou ao bater contra um iceberg - o navio zarpou da Inglaterra em 10 de abril de 1912. James Cameron, diretor do filme estrelado por Leonardo DiCaprio e Kate Winslet, fala sobre o processo de conversão em um vídeo divulgado nesta terça (22). Confira abaixo o depoimento de Cameron em inglês:

"Faz anos que busco uma oportunidade de levar 'Titanic' de volta aos cinemas, por que é o seu lugar", diz Cameron na abertura do vídeo."Então, começamos a explorar a ideia de converter o filme para o 3D. A questão era: quando podemos fazer isso? E o centenário do verdadeiro naufrágio seria perfeito."

"O filme fala sobre relacionamentos e nossos sentimentos uns pelos outros", continua o premiado cineasta. "Então, os pais levaram os seus filhos e os jovens adultos levaram seus pais. Foi uma espécie de experiência transgeracional. As pessoas estavam escolhendo com quem iam ter essa experiência. E acho que pode funcionar da mesma forma no relançamento."

Cameron, responsável também pela tecnologia que revolucionou o 3D e o permitiu levar "Avatar" para as telas, disse que para fazer a conversão de "Titanic" como se deve foi necessário restaurar o filme. "Portanto, se o assistirmos em 2D [ele] parece ainda mais impressionante", completou. Ao custo de 18 milhões de dólares, o cineasta e sua equipe trabalharam com duas empresas de conversão durante mais de um ano para completar o processo.

"Titanic" (1997) foi indicado ao Oscar em 14 categorias e levou 11 prêmios, entre os quais melhor filme. O filme faturou 1,84 bilhão de dólares, superando o então recordista "Parque dos Dinossauros" (1993, 920 milhões de dólares) como maior faturamento global, e se tornou a primeira realização a quebrar a marca de um bilhão de dólares em bilheteria. Nos EUA, será lançado em 3D, IMAX e na versão convencional.

Veja o trailer de "Titanic 3D"

Últimas de Cinema

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos