Hackers como Lisbeth, de "Millennium", povoam a história do cinema; relembre personagens

Marcus Vinícius Brasil
Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação

    Lisbeth Salander, Neo, Lex Murphy... Relembre alguns dos hackers na história do cinema

    Lisbeth Salander, Neo, Lex Murphy... Relembre alguns dos hackers na história do cinema

Eles habitam a imaginação dos roteiristas de cinema há décadas. Jovens desajustados e curiosos, obcecados por tecnologia, capazes de invadir qualquer rede de computadores, seja de um colégio ou do Pentágono. Os hackers da ficção costumam ser, além de brilhantes, atraentes também: você se importaria se uma invasora minimamente parecida com Angelina Jolie lhe roubasse a senha do email? Em 1995, a atual esposa de Brad Pitt atuou em "Hackers - Piratas de Computador".

Na última sexta-feira (27), a estreia de "Millennium - Os Homens que não Amavam as Mulheres", dirigido por David Fincher ("A Rede Social"), levou às telas mais uma personagem do gênero. A cyber-punk Lisbeth Salander (Rooney Mara) usa seu conhecimento em eletrônica para ajudar o jornalista Mikael Blomkvist (Daniel Craig) na busca por um assassino de mulheres.

Além da ficha de Lisbeth, confira abaixo o histórico de outros hackers marcantes na história do cinema:

Lisbeth Salander, interpretada por Rooney Mara em "Millennium - Os Homens que não Amavam as Mulheres" (2012)


Considerada pelo governo sueco socialmente inapta, Lisbeth ganha a vida trabalhando para uma seguradora. na verdade, é paga para bisbilhotar a vida dos outros e criar dossiês sob encomenda. Quando conhece o jornalista Mikael Blomkvist (Daniel Craig), ajuda-o em sua caça a um assassino de mulheres. Para isso, vale invadir e monitorar emails, bancos de dados e manipular câmeras de segurança.

Stanley Jobson, interpretado por Hugh Jackman em "A Senha: Swordfish" (2001)

Jobson encarna o lado mais obscuro da cultura hacker. Preso e condenado por escrever um vírus que atrasou o desenvolvimento de um sistema de rastreamento do FBI, ele vive longe dos computadores. Suas habilidades acabam atraindo a atenção do criminoso Gabriel Shear (John Travolta), que convida Jobson a desenvolver um novo vírus, dessa vez para roubar bilhões de dólares de um fundo secreto do governo.

Neo, interpretado por Keanu Reeves em "Matrix" (1999)

Seu maior feito não foi hackear uma rede do Norad ou do Mossad. Neo hackeou o sistema que faz funcionar aquilo que chamamos de realidade - a Matrix. Pelo menos é assim na trilogia de ficção científica dirigida pelos irmãos Andy e Larry Wachowski. Neo leva uma vida medíocre como programador, até acordar para a realidade: ele vive num programa de computador, responsável por simular tudo aquilo que vê e sente. Depois de despertar, vê-se capaz de moldar essa realidade virtual: distorcer paredes, voar, desviar de balas e até ressuscitar.

Lex Murphy, interpretada por Ariana Richards em "Jurassic Park" (1993)

O que uma jovem loirinha inocente pode fazer contra um bando de dinossauros famintos à solta numa ilha? Lex passa a maior parte dos 127 minutos de filme gritando e fugindo desesperadamente. Mas, para a sorte dos sobreviventes do acidente na Ilha Nublar, seus conhecimentos acabam sendo úteis. Com os sistemas de segurança do parque desativados, e todos seus técnicos mortos, ela é a única capaz de colocar para funcionar as cercas elétricas, luzes, portas e, principalmente, telefones para acionar o resgate.

David Lightman, interpretado por Matthew Broderick em "Jogos de Guerra" (1983)

Inicialmente, suas habilidades no computador são inofensivas e não passam de brincadeiras. Lightman brinca com os computadores da escola, rouba senhas do diretor e impressiona a colega de classe alterando notas baixas de maneira proibida, a partir de um computador em casa. A história fica (bem mais) séria quando Lightman acaba invadindo, sem perceber, um sistema altamente sigiloso do governo americano, responsável pelo controle e monitoramento de mísseis nucleares.

Últimas de Cinema



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos