"Gonzaga, de Pai para Filho" alcança marca de um milhão de espectadores

Natalia Engler
Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação

    Cena de "Gonzaga - De Pai para Filho", de Breno Silveira

    Cena de "Gonzaga - De Pai para Filho", de Breno Silveira

O filme "Gonzaga, de Pai para Filho", que narra a relação do músico Luiz Gonzaga com seu filho, Gonzaguinha, alcançou nesta sexta-feira (16) um milhão de espectadores, depois de três semanas de exibição.

"Dois Filhos de Francisco", filme sobre a dupla Zezé di Camargo e Luciano que projetou Breno, acumulou 4,7 milhões de espectadores em 2005, tornando-se, na época, o recordista de público da chamada retomada do cinema nacional.

"Gonzaga" é apenas a terceira produção nacional a chegar a marca de um milhão de espectadores em 2012. Antes, "E Aí, Comeu?", chegou a 2,5 milhões, enquanto "Até que a Sorte nos Separe", que continua em cartaz, já foi visto por 2,2 milhões de pessoas. Os três filmes foram produzidos e distribuídos por uma parceria que inclui as distribuidoras Downtown, Paris, RioFilme e a produtora Globo Filmes.

Estes números indicam uma queda no desempenho dos filmes nacionais em relação a 2011, quando sete produções brasileiros foram vistos por mais de um milhão de pessoas e os 99 filmes lançados acumularam um público de 17,9 milhões de espectadores. Até o início de novembro, os 64 filmes nacionais lançados em 2012 acumularam 9,9 milhões de espectadores.

"Em 2012, o cinema nacional realmente teve um desempenho aquém das expectativas. Mas o trabalho desenvolvido pela parceria entre Downtown, Paris Filmes, RioFilme e Globo Filmes apresentou um resultado muito consistente", afirma Bruno Wainer, diretor da distribuidora Downtown Filmes.

O grupo também foi responsável pelos dois maiores sucessos nacionais de 2011 -- "De Pernas para o Ar" e "Cilada.com", que alcançaram, cada um, cerca de 3 milhões de espectadores -- e pelas cinco produções nacionais de maior público este ano -- além de "Gonzaga", "E Aí, Comeu?" e "Até que a Sorte nos Separe", "Totalmente Inocentes" e "As Aventuras de Agamenon, o Repórter" também foram distribuídos pelo grupo, somando cerca de 9,3 milhões de ingressos vendidos até o momento, com "Gonzaga" e "Até que a Sorte..." ainda em cartaz em mais de 550 salas.

"[É] um aumento na venda de ingressos de mais de 45% em relação a 2011. Portanto, para mim tudo leva a crer que o fraco desempenho do cinema nacional se deve a ausência de outros players fortes e comprometidos com o cinema brasileiro de sucesso", explica Wainer. "Espero que nosso desempenho sirva de estímulo e exemplo, pois somos a prova que o cinema nacional pode sim dialogar com milhões de espectadores", conclui.

Últimas de Cinema



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos