PUBLICIDADE
Topo

Diretor de "Amor à Flor da Pele" faz filme sobre lendário mestre das artes marciais

O diretor Wong Kar-wai em foto tirada durante o Festival de Veneza de 2009 - Getty Images
O diretor Wong Kar-wai em foto tirada durante o Festival de Veneza de 2009 Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

05/02/2013 18h48

O cineasta de Hong Kong Wong Kar-wai disse que seu filme "The Grand Masters" foi feito para capturar a beleza do povo chinês em um período de desordem e confusão.

Em uma entrevista à agência chinesa Xinhua, Wong disse que o filme mostra como os mestres de artes marciais preservaram a tradição em um período turbulento da República da China (1912-1949). "A época foi turbulenta, mas você pode encontrar a qualidade da perseverança em algumas pessoas", disse Wong.

O diretor disse ainda que o filme é feito para ser um ponto de vista alternativo a filmes que mostraram o lado escuro do povo chinês durante esse período.

O novo filme de Wong acompanha a história do mestre chinês de kung fu Yip Man, que criou sua própria escola de arte marcial. "Havia milhares de mestres como Yip Man, que se fizeram sozinhos, apesar de seus próprios sofrimentos no momento", disse Wong.

Wong passou cerca de 10 anos para rodar o filme, tornando a produção a mais demorada da história do cinema chinês.

O filme de ação, estrelado por atriz Zhang Ziyi e o ator Tony Leung, arrecadou US$ 45 milhões a partir de domingo (3). Ele fez sua estréia nos cinemas chineses em 8 de janeiro.

Wong, de 54 anos, é mais conhecido por seus filmes "Chungking Express" (1994) e "Amor à Flor da Pele" (2000). Ele vai presidir o júri do Festival de Berlim, em fevereiro.