Alfonso Cuarón ("Gravidade") é primeiro diretor latino a ganhar o Oscar

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

    "Gravidade", de Alfonso Cuáron, ganhou sete dos dez Oscar para os quais foi indicado

    "Gravidade", de Alfonso Cuáron, ganhou sete dos dez Oscar para os quais foi indicado

O mexicano Alfonso Cuarón levou a estatueta de melhor direção no Oscar 2014 pela ficção-científica "Gravidade". Na mesma categoria concorriam Steve McQueen - que acabou com o Oscar de melhor filme por "12 Anos de Escravidão" -, Alexander Payne ("Nebraska"), além de David O. Russell ("Trapaça") e Martin Scorsese ("O Lobo de Wall Street"), que saíram da festa de mãos vazias

O prêmio de direção foi a sétima estatueta angariada por "Gravidade" na cerimônia da Academia. Trata-se da primeira vez que a Academia premia um latino-americano na categoria de melhor diretor.

"Gravidade" conta a história de uma equipe de astronautas e cientistas que instala novas partes no telescópio Hubble quando chega o alerta: uma nuvem de detritos está chegando em alta velocidade à sua posição. Em minutos, toda a segurança da nave se vai - e restam apenas a Dra. Ryan Stone (Sandra Bullock) e o comandante da missão, Matt Kowalsky (George Clooney), indefesos vagando pelo espaço.

Cerimônia do Oscar 2014
Veja Álbum de fotos

Antes de "Gravidade" ser indicado ao Oscar em 10 categorias, Cuarón recebeu indicações por seu trabalho em "Filhos da Esperança" (2007) e "E Sua Mãe Também" (2003). O cineasta, que lembrou dos colegas Alejandro Gonzalez-Iñarritu e Guillermo Del Toro em seu discurso de agradecimento, ganhou o Globo de Ouro e o Bafta de melhor direção por "Gravidade".

Em 2013, o Oscar de melhor direção foi para Ang Lee, por "As Aventuras de Pi".

Últimas de Cinema



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos