UOL CinemaUOL Cinema
UOL BUSCA
65o. Festival de Veneza - 2008

21/09/2006 - 11h10
"Menina Má.com" é filme tenso sobre pedofilia; veja fotos e trailer

Divulgação

Ellen Page em cena de Menina Má.com

Ellen Page em cena de Menina Má.com

Por Michael Rechtshaffen

HOLLYWOOD (Hollywood Reporter) - O caçador acaba sendo caçado por sua própria presa em "Menina Má.com", suspense psicológico que entra em cartaz nesta sexta-feira.

O primeiro longa-metragem do diretor de videoclipes David Slade é dolorosamente tenso, e não poderia ter surgido em momento mais oportuno, em vista das recentes notícias sobre predadores de crianças que percorrem a Internet.

O timing certamente vai ajudar "Menina Má.com" a chamar a atenção do público, mas, em última análise, o sucesso do filme vai depender de seu êxito em criar um clima de suspense autenticamente arrepiante, ao estilo de "Extremities", de William Mastrosimone.

Na trama, uma garota de 14 anos se envolve em um tenso confronto com um pedófilo de 32 anos que ela conhece online.

A jovem atriz canadense Ellen Page está ótima no papel de Hayley, uma adolescente charmosa e inteligente que marca um encontro num café de seu bairro com Jeff (Patrick Wilson), um simpático fotógrafo de moda que ela conheceu na Internet.

Jeff é seduzido pelo misto de esperteza e inocência infantil da garota, enquanto ela se deixa levar pela aparência simpática dele.

Mas, depois que ela concorda em ir à casa do fotógrafo para posar para ele, as aparências se revelam enganosas, e Hayley executa uma vingança meticulosamente planejada contra o homem que ela tem razões para crer seja um pedófilo não arrependido e possível assassino.

Embora as coisas degringolem um pouco perto do final, Slade consegue manter o filme visualmente enxuto e conservar o clima de tensão até o final, obrigando os participantes nesse jogo de gato e rato a fazer seus lances com precisão digna de uma partida de xadrez.

O roteiro de Brian Nelson é construído como uma peça de teatro, mas os diálogos possuem autenticidade real, especialmente a conversa inicial e desajeitada entre Hayley e Jeff. Isso diferencia "Menina Má.com" de suspenses cinematográficos mais forçados.

Mas para que um filme como esse seja convincente não basta um bom roteiro -- são necessárias também atuações excepcionais, e a dupla de atores principais está à altura desse desafio. Patrick Wilson, conhecido sobretudo por suas participações na versão cinematográfica de "O Fantasma da Ópera" e em "Angels in America", minissérie da HBO, tem uma atuação contida durante a maior parte do enfrentamento entre Jeff e Hayley. Mas é Ellen Page quem surpreende, demonstrando sucessivamente a sofisticação, a vulnerabilidade, a falta de jeito e o aspecto traiçoeiro de seu personagem com facilidade igual, equilibrando-se com habilidade na corda bamba que separa a clareza total da instabilidade assustadora.


31/01/2013