UOL Entretenimento Cinema
 
28/04/2012 - 07h55

Ator de "Os Vingadores" exalta trabalho em equipe durante as filmagens

Antonio Martín Guirado
  • Elenco de Os Vingadores, Jeremy Renner, Chris Hemsworth, Scarlett Johansson,Robert Downey Jr. e Mark Ruffalo, divulgam o filme em Moscou, na Rússia (17/4/12). O longa estreia no Brasil sexta-feira (27)

    Elenco de "Os Vingadores", Jeremy Renner, Chris Hemsworth, Scarlett Johansson,Robert Downey Jr. e Mark Ruffalo, divulgam o filme em Moscou, na Rússia (17/4/12). O longa estreia no Brasil sexta-feira (27)

Los Angeles (EUA), 28 abr (EFE).- "Os Vingadores", um dos filmes mais esperados do ano, começou na sexta-feira seu desembarque na América Latina com uma trama que reúne super-heróis como Homem de Ferro, Hulk, Capitão América e Thor, interpretado pelo ator Chris Hemsworth, para quem "acabaram os dias dos grandes egos e as atitudes de diva".

Em entrevista à Agência Efe, o marido da atriz Elsa Pataky confessou que "o negócio mudou. O peso dos filmes já não cai tanto nos indivíduos, mas no conceito e em um enfoque global. O que é muito bom, porque mantêm todos alerta".

"Para ser honesto, acho que se acabaram os dias dos grandes egos e as atitudes de diva", acrescentou.

O diretor e roteirista Joss Whedon tinha diante de si a titânica tarefa de conjugar em um mesmo filme o talento e carisma de Robert Downey Jr., Chris Evans, Mark Ruffalo, Scarlett Johansson, Jeremy Renner, Tom Hiddleston, Samuel L. Jackson e o próprio Hemsworth, sem que nenhum de seus personagens se visse eclipsado.

Missão cumprida, como provou o fantástico ambiente que rodeou o dia dedicado a atender à imprensa em Los Angeles, onde os atores riram, brincaram e compartilharam lembranças de sua experiência, ressaltando o companheirismo entre todos durante a produção.

"Não sei se todos normalmente se comportam assim nos filmes, mas tenho muito claro que aqui ninguém queria ser o 'estranho'", disse o ator australiano, que no começo da entrevista mostrou com entusiasmo um álbum com fotos de momentos da filmagem.

"Fiquei surpreso pela maneira como tudo saiu bem", admitiu. "Todo mundo pensava que seria complicado reunir tantos egos, e apesar da dinâmica do roteiro confrontar os personagens, os atores entendemos que devia existir um equilíbrio da nossa parte para conseguir que aquilo fosse adiante", comentou.

No filme, Nick Fury (Jackson), o diretor de uma agência de espionagem denominada SHIELD, começa a recrutar a um grupo de heróis para enfrentar uma grande ameaça contra a humanidade, na forma de Loki (Hiddleston), o irmão adotivo de Thor, e suas hordas extraterrestres.

Hemsworth, aliás, sabe o que é ter um irmão rebelde na vida real. "Tenho dois irmãos (Liam e Luke) e somos muito competitivos. Essa rivalidade sempre foi muito sadia. Posso puxar suas orelhas e dar uns cascudos de vez em quando, mas isso faço eu, ninguém mais. Assim acontece também no filme com Loki. Sou eu quem devo pará-lo", comparou.

O filme solo de Thor, dirigido por Kenneth Branagh, arrecadou US$ 450 milhões em 2011, e a filmagem da segunda parte começará em agosto sob a direção de Alan Taylor ("Game of Thrones").

Será a terceira vez que Hemsworth encarnará o deus do trovão, um papel que pode marcar sua carreira.

"As pessoas te identificam facilmente com personagens tão conhecidos, mas, a meu favor, Thor usa uma enorme capa vermelha, o cabelo longo e é muito musculoso. Esse não sou eu, portanto espero poder desaparecer em outros papéis" confessou.

Por enquanto, o ator prefere desfrutar o presente (será pai nas próximas semanas) e continuar escolhendo bons roteiros (estreará "Branca de Neve e O Caçador" em junho).

"Não existe receita. A mensagem é que é preciso ser uma boa pessoa, ter uma boa atitude e trabalhar duro. Isso te leva a conquistas maiores que uma atitude ruim", finalizou.

Veja mais

Siga UOL Cinema

Sites e Revistas

Arquivo

Hospedagem: UOL Host