Filmes e séries

Warner quer campanha milionária para emplacar "Mulher-Maravilha" no Oscar

Divulgação
Gal Gadot em cena de "Mulher-Maravilha", de Patty Jenkins Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

27/07/2017 20h54

Depois de quebrar o recorde de filme dirigido por mulher de maior bilheteria da história, "Mulher-Maravilha" está sonhando ainda mais alto. A ideia da Warner e dos produtores do longa é emplacar uma grande campanha de divulgação para que o filme seja o primeiro longa de herói indicado na categoria de melhor filme do Oscar.

A informação foi confirmada por fontes à revista "Variety". Segundo as informações, o estúdio também pretende trabalhar para que a cineasta Patty Jenkins seja indicada na categoria de melhor diretor, algo também inédito para filmes do gênero. Nem Christopher Nolan conseguiu ser nomeado com sua recente (e elogiada) trilogia do Batman.

As campanhas para o Oscar costumam ser empreitadas milionárias, já que o projeto inclui gastos com publicidade, produções de DVDs, agendamento de exibições e viagens de representantes da produção para divulgar o filme, lembrando os membros da academia da importância da história.

Segundo a "Variety", a campanha de "Mulher-Maravilha" incluiria ainda o relançamento do filme nos cinemas durante a primavera americana. Procurada pela publicação, a Warner se negou a comentar sobre seus planos.

Desde 2010, a expectativa dos fãs de filme inspirados nos quadrinhos vem crescendo, já que naquele ano a academia expandiu o número de indicados na categoria de melhor filme de cinco para um máximo de dez produções. De lá para cá, blockbusters como "Gravidade" e "Perdido em Marte" conseguiram ser nomeados, mas os heróis ainda são carta fora do baralho.

Batalha contra o conservadorismo

Conhecida pelo conservadorismo, a academia, que nunca criou uma categoria para premiar comédias, ainda encontra resistência em enxergar em longas como "Batman" e "Deadpool" verdadeiras obras de arte.

A esperança da Warner repousa no aumento do número dos membros votantes do Oscar. Em junho, 744 novos nomes foram convidados para escolher os indicados, cem a mais do que no Oscar deste ano. Entre as novas caras, estão as dos brasileiros Rodrigo Santoro e Kleber Mendonça Filho, diretor de "Aquarius".

Bola da vez da DC Comics, "Mulher-Maravilha" é um dos grandes sucessos de bilheteria de 2017, arrecadando US$ 781,9 milhões em bilheteria no mundo. O filme já é o mais visto do verão americano e o terceiro no ano no Brasil, com mais de 7 milhões de ingressos vendidos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

AFP
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Roberto Sadovski
do UOL
do UOL
do UOL
ANSA
do UOL
Roberto Sadovski
do UOL
do UOL
do UOL
Reuters
do UOL
AFP
Reuters
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Cinema - Imagens
do UOL
Roberto Sadovski
do UOL
do UOL
UOL Cinema - Imagens
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
AFP
Roberto Sadovski
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
do UOL
UOL Cinema - Imagens
Reuters
do UOL
do UOL
do UOL
Topo