Filmes e séries

Difícil de lembrar: 13 filmes que chamam atenção pelos títulos muito longos

André Luís Nery

Colaboração para o UOL

23/07/2017 04h00

Qual o filme com título mais longo? Alguns apontam que pertence à paródia “Night Of The Day Of The Dawn Of The Son Of The Bride Of The Return Of The Revenge Of The Terror Of The Attack Of The Evil, Mutant, Hellbound, Flesh-Eating, Crawling, Alien, Zombified, Subhumanoid Living Dead, Part 5”, de 2011, que tem 177 caracteres. Muitos historiadores, porém, desconsideram essa e outras paródias de James Riffel.

O clássico italiano “Amor e Ciúme” (1978) tinha um título, em sua versão longa, em italiano com mais de 150 caracteres: “Un fatto di sangue nel comune di Siculiana fra due uomini per causa di una vedova. Si sospettano moventi politici. Amore-Morte-Shimmy. Lugano belle. Tarantelle. Tarallucci e vino.” Essa produção da cineasta Lina Wertmüller chegou a entrar para o Guinness, como o título mais longo do cinema. Abaixo, o UOL cita outras 13 produções com títulos excessivamente longos.

98 caracteres

Divulgação
Cena do longa "Une journée bien remplie ou Neuf meurtres insolites dans une même journée par un seul homme dont ce n'est pas le métier" Imagem: Divulgação


O longa francês “Une journée bien remplie ou Neuf meurtres insolites dans une même journée par un seul homme dont ce n'est pas le métier”, de 1973, chega a ter quase 100 caracteres no título original em francês. Essa comédia do diretor Jean-Louis Trintignant ganhou o nome de “Um Dia dos Diabos” em português.

90 caracteres

Divulgação
Cena do filme "Les yeux ne veulent pas en tout temps se fermer ou Peut-être qu'un jour Rome se permettra de choisir à son tour" Imagem: Divulgação

O filme francês “Les yeux ne veulent pas en tout temps se fermer ou Peut-être qu'un jour Rome se permettra de choisir à son tour”, de 1970, ganhou em inglês um título quase tão longo como o original: “Eyes Do Not Want to Close at All Times, or, Perhaps One Day Rome Will Allow Herself to Choose in Her Turn”. Dos 90 caracteres em francês, a produção dos diretores Danièle Huillet e Jean-Marie Straub tem 84 em inglês.

85 caracteres

Divulgação
Cena do longa "Esses Homens Maravilhosos e Suas máquinas Voadoras" Imagem: Divulgação

A produção “Those Magnificent Men in Their Flying Machines or How I Flew from London to Paris in 25 hours 11 minutes” (Esses Homens Maravilhosos e Suas máquinas Voadoras), de 1965, tinha 85 caracteres em seu nome em inglês, sendo o filme com título mais longo já indicado ao Oscar, segundo o Guinness. O filme do diretor Ken Annakin foi indicado a melhor roteiro original na premiação de 1966.

76 caracteres

Reprodução
Affleck estreou como diretor com o curta "I Killed My Lesbian Wife, Hung Her on a Meathook, and Now I Have a Three Picture Deal at Disney" Imagem: Reprodução

O curta ”I Killed My Lesbian Wife,Hung Her on a Meathook, and Now I Have a Three Picture Deal at Disney” (1993), dirigido por Ben Affleck, tem 76 caracteres. Consagrado como ator, Affeck fez sua estreia como diretor nesse curta-metragem, mas a produção não foi bem recebida pelos críticos na época. Chamou mais atenção pelo nome longo do que pela qualidade da produção. A redenção de Affleck como diretor viria anos depois com Argo (2012), que ganhou o Oscar de melhor filme em 2013.

72 caracteres

Divulgação
Cena de Borat - O Segundo Melhor Repórter do Glorioso País Cazaquistão Viaja à América Imagem: Divulgação

“Borat: Cultural Learnings of America for Make Benefit Glorious Nation of Kazakhstan” (Borat - O Segundo Melhor Repórter do Glorioso País Cazaquistão Viaja à América), de 2006, alcançou certo sucesso na época do lançamento. Não parece, mas a a produção do diretor Larry Charles tinha 72 caracteres em seu título em inglês. O nome era tão extenso que a maioria das pessoas se referia ao filme apenas como “Borat”.

72 caracteres

Divulgação
"The Incredibly Strange Creatures Who Stopped Living and Became Mixed-Up Zombies!!?" tinha caracteres no título Imagem: Divulgação

O filme “The Incredibly Strange Creatures Who Stopped Living and Became Mixed-Up Zombies!!?”, de 1964, também conta com 72 caracteres em seu título em inglês. Esse longa do diretor Ray Dennis Steckler mistura musical e terror e contava no elenco principal com os atores Ray Dennis Steckler, Atlas King e Brett O'Hara.

72 caracteres

Divulgação
Cena de "30 Nights of Paranormal Activity with the Devil Inside the Girl with the Dragon Tattoo" Imagem: Divulgação

A comédia “30 Nights of Paranormal Activity with the Devil Inside the Girl with the Dragon Tattoo”, do diretor Craig Moss, faz uma sátira aos filmes de terror e foi lançado em 2013. A produção, no entanto, não foi recebida bem pela crítica. Esse é mais dos filmes que chamou mais atenção por seu título longo (72 caracteres) do que propriamente por sua qualidade.

68 caracteres

Divulgação
Cena de The Saga of the Viking Women and Their Voyage to the Waters of the Great Sea Serpent Imagem: Divulgação

Lançado em 1957, o longa “The Saga of the Viking Women and Their Voyage to the Waters of the Great Sea Serpent” tinha 68 letras em seu título. A produção do diretor Roger Corman mostra um grupo de mulheres vikings que encaram os perigos no mar para tentar localizar seus companheiros desaparecidos. O filme foi um dos primeiros trabalhos da atriz americana Abby Dalton, que faria sucesso em séries de TV na década de 60.

67 caracteres

Divulgação
Cena do longa "Um Virgem De 41 Anos Ligeiramente Em Apuros" Imagem: Divulgação

O nome em português da comédia “The 41-Year-Old Virgin Who Knocked Up Sarah Marshall and Felt Superbad About It” ganhou um título bem menor (Um Virgem De 41 Anos Ligeiramente Em Apuros), mas, em inglês, são 67 caracteres. O filme do diretor Craig Moss, lançado em 2010, conta a história de Andy, um homem de 41 anos que ainda não fez sexo na vida.

62 caracteres

Divulgação
Pelo papel em "O Inimigo Oculto", Barbara Harris foi indicada a melhor atriz coadjuvante em 1972 Imagem: Divulgação

O filme de 1971 “Who Is Harry Kellerman and Why Is He Saying Those Terrible Things About Me?”, do diretor Ulu Grosbard, virou apenas “O Inimigo Oculto” em português. Em vez dos 72 caracteres em seu título inglês, recebeu um nome com apenas 14 letras. O longa teve uma indicação ao Oscar em 1972. Barbara Harris foi indicada a melhor atriz coadjuvante, perdendo para Cloris Leachman, de "A Última Sessão de Cinema".

59 caracteres

Divulgação
Cena do filme "Vizinhança do Barulho" Imagem: Divulgação

A comédia “Don't Be a Menace to South Central While Drinking Your Juice in the Hood”, de 1996, ganhou um título de 59 caracteres no original em inglês. No português, o filme do diretor Paris Barclay recebeu um nome bem mais curto: "Vizinhança do Barulho". 

58 caracteres

Divulgação
Cena do filme "Tudo o que Você Sempre Quis Saber Sobre Sexo * Mas Tinha Medo de Perguntar" Imagem: Divulgação


O clássico “Everything You Always Wanted to Know About Sex * But Were Afraid to Ask”, de 1972, tem 58 caracteres no nome em inglês. O versão do título em português da comédia do diretor Woody Allen ficou ainda mais longa: “Tudo o que Você Sempre Quis Saber Sobre Sexo * Mas Tinha Medo de Perguntar".

56 caracteres

Divulgação
Cena do filme "Metalmeccanico e parrucchiera in un turbine di sesso e di politica" Imagem: Divulgação

O filme italiano “Metalmeccanico e parrucchiera in un turbine di sesso e di politica”, de 1996, ganhou em inglês um título ainda maior. Em italiano, o longa da diretora Lina Wertmüller tinha 56 caracteres, mas, em inglês, a comédia ganhou o título de “The Blue Collar Worker and the Hairdresser in a Whirl of Sex and Politics”, com 60 letras.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
EFE
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
AFP
Cinema
do UOL
do UOL
Cinema
BBC
do UOL
EFE
Cinema
do UOL
do UOL
AFP
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
Topo