Cinema

"Batman vs Superman" e filme sobre Hillary Clinton vencem Framboesa de Ouro

De Los Angeles (EUA)

O filme "Batman vs Superman: A Origem da Justiça" e o documentário "Hillary's America: The Secret History of the Democratic Party" foram coroados neste sábado (25) como as piores produções de 2016 na 37ª edição do Prêmio Framboesa de Ouro, o "anti-Oscar" do cinema americano.

A Fundação Golden Raspberry Award anunciou que o filme dos super-heróis e o documentário político dominaram a lista de "agraciados" com quatro Framboesas douradas cada.

"Hillary's América", filme sobre a ex-candidata democrata à Casa Branca Hillary Clinton, ganhou a Framboesa de Ouro de pior filme do ano, pior atriz (Becky Turner), pior ator (Dinesh D'Souza) e pior diretor (Dinesh D'Souza e Bruce Schooley).

Em um vídeo publicado no site da entidade, o polêmico e conservador autor e comentarista, que já chamou a atenção do público com o documentário "2016: Obama's América" (2012), deu uma explicação para o "sucesso" neste prêmio.

"Recebi o prêmio porque estão muito amargurados porque Trump ganhou. Não aceitaram e provavelmente nunca aceitarão. Este tipo de prêmio é realmente bom para minha carreira. Se tivesse recebido o Oscar, estaria acabado.

Não poderia fazer outro filme e meu público nem sequer apareceria (nos cinemas) porque pensariam que eu teria me transformado em um de vocês", afirmou D'Souza.

Por sua vez, a superprodução "Batman vs Superman", que arrecadou US$ 873 milhões no mundo todo, levou as Framboesa de Ouro de pior roteiro, pior remake, adaptação ou sequência, pior ator coadjuvante (Jesse Eisenberg) e pior combo na tela (Ben Affleck e Henry Cavill).

Kristen Wiig venceu na categoria pior atriz coadjuvante por "Zoolander 2", enquanto "Misconduct", um filme com Anthony Hopkins e Al Pacino, levou o prêmio especial Barry L. Bumstead, destinado ao maior fracasso nas bilheterias da temporada.

Por último, Mel Gibson ganhou a Framboesa de Ouro ao artista redimido do ano graças a seu bem-sucedido retorno aos cinemas com o filme bélico "Até o Último Homem", com o qual se reconciliou com Hollywood após vários escândalos e problemas com álcool.

Reprodução
Cena de "Hillary's America: The Secret History of the Democratic Party" Imagem: Reprodução

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Reuters
do UOL
UOL Cinema - Imagens
AFP
do UOL
BBC
Cinema
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
UOL Cinema - Imagens
Estadão Conteúdo
EFE
do UOL
do UOL
EFE
EFE
EFE
Reuters
UOL Entretenimento
do UOL
UOL Entretenimento
EFE
do UOL
EFE
do UOL
AFP
EFE
do UOL
Roberto Sadovski
EFE
UOL TV e Famosos - Blogs - Nilson Xavier
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
UOL Cinema - Imagens
UOL Entretenimento
Roberto Sadovski
Reuters
do UOL
do UOL
do UOL
Colunas - Ricardo Feltrin
UOL TV e Famosos - Blogs - Nilson Xavier
do UOL
EFE
do UOL
do UOL
UOL TV e Famosos - Blogs - Nilson Xavier
Topo