Filmes e séries

Seis motivos para assistir "Inumanos", nova série da Marvel

James Cimino

Colaboração para o UOL, em San Diego (EUA)

21/07/2017 10h10

Os tentáculos da Marvel continuam a se expandir pela TV. Nesta quinta-feira (20), a San Diego Comic Con colocou na sequência, no Ballroom 20, um dos maiores da exposição, painéis de duas criações da grife: as séries “Legion”, sucesso de crítica e público pelo canal FX, e a inédita “Inumanos”, que chega à ABC no dia 29 de setembro.

Da primeira não teve nada de novo, já que a segunda temporada está em pré-produção e só estreia no ano que vem. Já a segunda é uma das apostas do produtor Jeph Loeb, que esteve presente aos dois painéis, para este ano.

Mas vale a pena ver outra série de super-heróis? A pergunta foi feita à co-produtora Lauren Shuler Donner, na época do lançamento de “Legion”. Shuler Donner, uma das cabeças por trás da trilogia “X-Men” no cinema, disse que aquela seria uma série “como nenhuma outra”.

Estava certa: o programa dirigido por Noah Hawley (da premiada “Fargo”) tinha uma narrativa que exigia muita atenção e raciocínio ao reproduzir a mente de um paciente diagnosticado com esquizofrenia.

E “Inumanos”? Seguirá o mesmo caminho? A julgar pelo que foi mostrado no painel acompanhado pelo UOL, há pelo menos seis elementos que despertam a curiosidade:

Divulgação
O elenco principal da série "Inumanos" Imagem: Divulgação

1 — Cinema e TV

“Inumanos” vai estrear primeiro nos cinemas, em 1º de setembro. Esta é a primeira vez que uma franquia de super-heróis começa no cinema e termina na TV. Serão dois episódios gravados em câmeras IMAX, que serão reprisados na TV, mas com cenas extras, a partir do dia 29 do mesmo mês. Os outros seis episódios serão exibidos às sextas-feiras na rede ABC.

2 — Efeitos especiais

Foram mostradas apenas quatro cenas curtas do início da série, com algumas demonstrações dos poderes dos personagens, mas sem dar muitos detalhes. Jeph Loeb explicou: “São mais de 600 cenas com efeitos especiais nos dois primeiros episódios, por isso vamos guardar segredo.” Além disso, muitas delas ainda não foram totalmente finalizadas, já que o esforço é de não parecer com os efeitos toscos das séries da Warner.

3 — Personagem sem diálogos

O personagem principal de “Inumanos", Black Bolt, não fala "nem nunca irá falar", garantiu o produtor da série. "Não haverá nenhuma mágica que irá mudar isso. Portanto será um personagem sem diálogos", afirma Loeb. Interpretado pelo ator Anson Mount, o personagem gerou alguma controvérsia nas redes sociais, já que ele se comunica apenas com gestos, mas não usa os códigos da Linguagem Americana de Sinais (ASL, na sigla em inglês). A justificativa dos produtores foi a de que este grupo vive na lua e não conhece a linguagem americana de sinais — embora todos os personagens falem inglês.

Divulgação
O personagem Black Bolt nos quadrinhos de "Inumanos" Imagem: Divulgação

4 — Personagem com o dobro de diálogos

Medusa é a rainha de Attilan ao lado de Black Bolt. E sua personagem tem um papel crucial na narrativa, pois ela se comunica com o marido por telepatia. Ela é a responsável por comunicar os pensamentos de seu rei a seus aliados. "Para mim é meio louco, por meu texto é o meu texto e o texto dele. No fundo eu passo o tempo todo falando sozinha", brincou a atriz Serinda Swan, que interpreta a personagem. Ela também tem um passado um tanto obscuro com Maximus, o irmão invejoso de Black Bolt, o que nos faz crer que Medusa será um misto de Lady Macbeth com Capitu. Mas o que irritou os fãs da história de “Inumanos” foi a peruca usada pela atriz. Virou piada. Jeph Loeb entrou para apresentar o painel usando uma peruca igual para, quase ao fim da apresentação, dissesse: “Agora vocês vão ver a peruca em ação, já que vocês se importam tanto com isso.” A cena foi só pra mostrar uma parte do poder do cabelão…

5 — Coadjuvantes

Outro aspecto atraente em “Inumanos” é o fato de os coadjuvantes não serem personagens rasos e sem nexo na narrativa. Karnak (Ken Leung) e Gordon (Eme Ikwuakor) são daquele tipo de personagem secundário que tem carisma e diálogos sarcásticos que todo mundo gosta. Além disso, quem não curtiria esmurrar o chão e derrubar todo mundo ou calcular todas as possibilidades de erro antes mesmo de errar?

6 — Vilão humano

Divulgação
Iwan Rheon interpreta Maximus em "Inumanos" Imagem: Divulgação
Qual poderia ser a situação mais frustrante em um mundo de inumanos com poderes? Ser humano. Está é a frustração de Maximus, o irmão invejoso de Black Bolt que quer lhe tomar o trono. A cargo do papel está ninguém menos que Iwan Rheon, o Ramsay Bolton de "Game of Thrones". Durante o painel da série, ele revelou o medo de se repetir como vilão, mas a julgar pelo que foi mostrado de sua atuação nas cenas inéditas, Rheon não parece interpretar um psicopata, mas um líder carismático. Está mais pra Negan (de "The Walking Dead") que para Ramsay.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

AFP
do UOL
do UOL
Chico Barney
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
AFP
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Cinema
do UOL
Roberto Sadovski
do UOL
do UOL
do UOL
Da Redação
EFE
do UOL
AFP
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Roberto Sadovski
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
AFP
EFE
do UOL
EFE
do UOL
TV e Famosos
Topo