Filmes e séries

Ex-atriz diz que abandonou carreira após Weinstein se despir na sua frente

Matt Winkelmeyer/Getty Images
A ex-atriz Heather Kerr relata abuso sexual que sofreu do produtor Harvey Weinstein Imagem: Matt Winkelmeyer/Getty Images

De Los Angeles

20/10/2017 20h48

A ex-atriz americana Heather Kerr afirmou nesta sexta-feira (20) em uma entrevista coletiva realizada em Los Angeles (Califórnia) que o produtor Harvey Weinstein se despiu na sua frente e a assediou sexualmente, um fato que levou a artista a abandonar a carreira.

Heather estava acompanhada pela advogada Gloria Allred, especializada em casos de abuso sexual e representante de Louisette Geiss, outra mulher que acusa o produtor de assédio.

"Ele me perguntou se eu era boa", disse Heather. "Comecei a falar sobre a minha aprendizagem e a minha experiência como atriz, e disse: 'Não, preciso saber se você é boa'. Disse que ia me apresentar na indústria, precisava saber se era 'boa'", relembrou a ex-atriz.

"Não parava de repetir essa palavra. Ofereci dar uma mostra do meu trabalho. Tinha esse sorriso asqueroso em seu rosto. Estava sentado tão perto de mim no sofá que comecei a me sentir mal do estômago. O que fez em seguida foi desabotoar as calças e me mostrar o seu pênis", explicou Kerr.

A mulher afirmou que, depois disso, o produtor agarrou sua mão e a obrigou a tocá-lo.

Weinstein disse: "É assim que as coisas funcionam em Hollywood e todas as atrizes que conseguiram fizeram desta maneira".

A advogada Gloria Allred também está à frente de casos de várias mulheres que afirmam ter sido vítimas de assédio sexual do comediante Bill Cosby e do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

A indústria audiovisual americana vive imersa em uma grande polêmica após o escândalo em torno de Weinstein, um dos produtores mais poderosos de Hollywood e a quem dezenas de mulheres acusaram de comportamentos sexuais abusivos e assédios.

Estas denúncias encorajaram mulheres de todo o mundo a compartilhar suas próprias experiências de agressões sexuais nas redes sociais, por exemplo, através da campanha "Me Too" ("eu também"), idealizada pela atriz Alyssa Milano.
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

BBC
do UOL
do UOL
AFP
EFE
do UOL
do UOL
do UOL
AFP
AFP
do UOL
AFP
EFE
do UOL
Roberto Sadovski
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
AFP
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Cinema - Imagens
EFE
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Cinema
Cinema
AFP
EFE
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo