PUBLICIDADE
Topo

"O Discurso do Rei" e "A Rede Social" são os favoritos no Globo de Ouro 2011

Justin Timberlake e Jesse Eisenberg em cena do filme "A Rede Social" - Divulgação
Justin Timberlake e Jesse Eisenberg em cena do filme "A Rede Social" Imagem: Divulgação

14/01/2011 14h53

LOS ANGELES, EUA  -O filme britânico "O Discurso do Rei", com sete indicações, e "A Rede Social" e "O Vencedor", com seis, são os grandes favoritos na 68a. edição dos Globo de Ouro que será entregue pela Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood em cerimônia de gala na noite do próximo domingo.

O filme protagonizado por Colin Firth concorre aos prêmios de melhor filme drama, diretor, ator, roteiro, trilha sonora e atriz coadjuvante (para Helena Bonham Carter).

Além de "O Discurso do Rei", "A Rede Social" e "O Vencedor", concorrem a melhor filme dramático "Cisne Negro", protagonizado por Natalie Portman, e "A Origem", com Leonardo DiCaprio.

"A Rede Social", que narra a criação do Facebook, era um dos fortes favoritos desde que obteve o reconhecimento dos círculos de críticos de cinema de Los Angeles e Nova York e deve ser um dos grandes vencedores do Oscar, em fevereiro próximo.

O filme foi indicado nesta terça a melhor drama, diretor (David Fincher), ator (Jesse Eisenberg), roteiro original (Aaron Sorkin), ator coadjuvante e trilha sonora.

Na categoria melhor filme musical ou comédia foram indicados "Burlesque", interpretado por Cher e Christina Aguilera, "Alice no País das Maravilhas", "Minhas Mães e Meu Pai", "RED - Aposentados e Perigosos" e o thriller romântico "O Turista".

Este último deu indicações a Angelina Jolie e Johnny Depp, indicado também na mesma categoria de melhor ator em comédia ou musical por "Alice no País das Maravilhas".

Para melhor diretor, foram indicados Darren Aronofsky ("Cisne Negro"), David Fincher ("A Rede Social"), Tom Hooper ("O Discurso do Rei"), Christopher Nolan ("A Origem") e David O. Russell ("The Fighter").

O filme mexicano "Biutiful", de Alejandro González Iñárritu, protagonizado por Javier Bardem, concorre ao prêmio de melhor filme estrangeiro, junto a "Amore" (Itália), "O Concerto" (França), "Kray" (Rússia) e "Em um Lugar Melhor" (Dinamarca).