Filmes e séries

"Não tenho interesse em me expor desta maneira", diz Clooney sobre ambições políticas

AP
Os atores Paul Giamatti, George Clooney e Philip Seymour Hoffman abrem o Festival de Veneza com o filme "Tudo Pelo Poder", no qual Clooney atua e dirige (31/8/11) Imagem: AP

Roma, 31 Ago 2011 (AFP) - O diretor e ator americano George Clooney, um dos astros de Hollywood mais politizados, abriu nesta quarta-feira o Festival de Veneza com "Tudo Pelo Poder", filme sobre os bastidores da política, mas negou ter ambições eleitorais.

O quarto filme escrito e dirigido por Clooney, sobre os alcances insuspeitos da corrupção política, inaugura a competição oficial, que tem 22 filmes na disputa.

O drama trata da ambição e dos limites da ética pessoal centrada na face oculta da política, com Ryan Gosling e o próprio Clooney como protagonistas.

ASSISTA AO TRAILER DE "TUDO PELO PODER"

"Não tenho nenhum interesse em me expor desta maneira. Não quero um posto assim", declarou o cineasta após a exibição para a imprensa de seu filme, que aborda o cinismo e honradez na política. "Não considero um filme político. Como todos os filmes que dirigi é muito pessoal", declarou Clooney.

O longa-metragem foi muito aplaudido durante a exibição para os jornalistas. O filme ilustra os bastidores do poder, com suas intrigas políticas, vinganças, chantagens e assédios sexuais. "É, antes de tudo, um filme sobre a moralidade", afirmou o cineasta, que considera este um tema universal.

"Cada país pode entrever o próprio escândalo sexual", declarou Clooney, ao ser questionado sobre o caso do francês Dominique Strauss Khan, ex-diretor gerente do Fundo Monetário Internacional, que foi obrigado a renunciar ao cargo depois de ter sido acusado de crime sexual.

"Eu não dou conselhos a ninguém", comentou Clooney após a pergunta se o filme seria recomendado para o socialista francês.

Clooney, conhecido pela militância no Partido Democrata, já viajou a Darfur para relatar a tragédia não oeste do Sudão e todos os filmes que dirigiu até o momento apresenta um tom político, como "Boa Noite e Boa Sorte", sobre o jornalismo livre.


"Tudo Pelo Poder", no original "The Ides of March", uma referência à data correspondente do calendário romano (15 de março) na qual foi assassinado Caio Julio César em pleno centro de Roma, aborda um tema de grande atualidade e tem um elenco excepcional: Ryan Gosling, único ausente em Veneza, Philip Seymour Hoffman, Paul Giamatti, Marisa Tomei, Jeffrey Wright e Evan Rachel Wood.

"O público é quem deve identificar Brutus e Caio Cássio", os conspiradores de um dos grandes magnicídios da história durante o império romano. O filme abre o desfile de estrelas do Festival de Veneza.

Durante 10 dias, até 10 de setembro, a mostra se tornará uma vitrine única para trabalhos de diretores renomados da sétima arte, como Roman Polanski, David Cronenberg, Abel Ferrara e Johnnie To. Até a estrela pop Madonna apresentará, fora de concurso, seu segundo filme como diretora, "W.E.".

O cinema brasileiro marca presença na mostra "Horizontes", com "Girimunho", dos diretores Helvécio Marins Jr. e Clarissa Campolina. O homenageado deste ano no festival será o diretor italiano Marco Bellocchio.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
Reuters
do UOL
do UOL
EFE
EFE
Colunas - Flavio Ricco
Blog do Barcinski
Roberto Sadovski
redetv
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Jogos
Reuters
do UOL
EFE
do UOL
do UOL
AFP
Reuters
do UOL
Reuters
do UOL
Da Redação
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
do UOL
Roberto Sadovski
Blog do Matias
do UOL
AFP
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Roberto Sadovski
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
EFE
Colunas - Flavio Ricco
UOL Cinema - Imagens
do UOL
Topo