Filmes e séries

"Shark Night 3D" tentará superar o sucesso do clássico "Tubarão"

Reprodução
Cartaz do filme "Shark Night 3D" (2011) Imagem: Reprodução

LOS ANGELES, EUA, 1 Set 2011 (AFP) -Desafiando a marca indelével para uma geração de cinéfilos e banhistas traumatizados por "Tubarão", Hollywood lança "Shark Night 3D", um filme de horror para um público que até hoje tenta esquecer o longa-metragem de Steven Spielberg.

A direção de "Shark Night 3D", que estreia sexta-feira na América do Norte, é de David R. Ellis, que comandou a segunda e quarta partes da série "Premonição".

O ex-dublê que se tornou diretor também já trabalhou em uma produção sobre tubarões sanguinários. Do Fundo do Mar", de 1999.

"'Tubarão' (1975) é um clássico. Acredito que nenhum filme pode se comparar e esta não é nossa intenção", afirmou o diretor à AFP.

"É um filme com jovens e tubarões, mas não é a mesma história. 'Tubarão' girava em torno da perseguição e da captura de um grande tubarão branco", explicou.

"Shark Night 3D" pode ser encarado como um filme de sobrevivência, no qual adolescentes atraentes e irresponsáveis são exterminados um a um por tubarões famintos na Louisiana.

Mas a originalidade do filme está, talvez, em seu objetivo e classificação indicativa. Nos Estados Unidos, "Shark 3D" é um filme "PG13", ou seja, não recomendado mas não proibido a menores de 13 anos.

Isto o distingue de "Premonição", "Jogos Mortais" e "Pânico", proibidos nos Estados Unidos para menores de 17 anos não acompanhados de um adulto, já que não economizam nas cenas com sangue.

"Decidimos fazer um filme PG13 desde o princípio porque queríamos alcançar um público amplo", disse Ellis.

"Isto nos obrigou a não incluir cenas muito explícitas. Talvez decepcione os fãs de cenas deliberadamente sangrentas, que preferem ver cabeças cortadas e este tipo de coisas, mas não era o objetivo do filme".

A opção por um filme que, de certo modo, é voltado para todo o público mostra que "também buscamos chegar aos jovens, a maioria deles jamais viu 'Tubarão', o que nos ajudará um pouco", completou o diretor.

Outra grande diferença em relação ao cult criado por Steven Spielberg é que os tubarões de "Shark Night 3D" são em sua maioria criaturas elaboradas por computadores.

A equipe não quis reviver o pesadelo das filmagens de "Tubarão", que entraram para a história do cinema, quando, entre problemas de orçamento e ameaças de greve dos atores, os três tubarões mecânicos sofriam avarias constantes.

"Temos sete espécies distintas de tubarões no filme. Quase 40% são tubarões animatronics (a partir de modelos teleguiados), destinados às cenas de luta com os atores, e os 60% restantes são criados por computador", revelou o diretor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Roberto Sadovski
do UOL
AFP
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Roberto Sadovski
UOL Cinema - Imagens
do UOL
redetv
do UOL
EFE
Colunas - Flavio Ricco
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
AFP
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
Cinema
redetv
redetv
redetv
redetv
Blog do Nilson Xavier
do UOL
Reuters
EFE
AFP
do UOL
Reuters
do UOL
do UOL
UOL Cinema - Imagens
Da Redação
do UOL
do UOL
UOL Cinema - Imagens
do UOL
Colunas - Flavio Ricco
Roberto Sadovski
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
Topo