Cinema

China pagará milhões de dólares em dívidas a estúdios de Hollywood

Jason Lee/Reuters
Põster do filme "Django Livre" na China imagem: Jason Lee/Reuters

Los Angeles

A China vai pagar aos estúdios de Hollywood dezenas de milhões de dólares devidos pela bilheteria no país asiático graças a um acordo sobre o pagamento de um novo imposto, anunciaram nesta terça-feira (13) os estúdios.

A China Film Group (CFG), sociedade chinesa encarregada da distribuição de filmes no país, que estava em dívida com o estúdios mais importantes de Hollywood (Sony, Warner, Fox, Disney, Paramount e Universal), chegou a um acordo com a Associação Cinematográfica dos Estados Unidos (MPAA), que representa os interesses dos estudos.

A disputa se refere ao aumento de 2% da taxa sobre o valor agregado na China, que os estúdios se negavam a absorver.

"Ficamos satisfeitos em saber que o governo chinês resolveu o problema e que todo o dinheiro devido será pago", afirmou a MPAA, sem esclarecer se o aumento será absorvido pela sociedade chinesa ou o governo chinês concedeu uma isenção.

De acordo com cálculos da revista "The Hollywood Reporter", as autoridades chinesas devem mais de US$ 31 milhões à Warner por "O Homem de Aço", US$ 23 milhões à Sony por "007 Operação Skyfall" e US$ 23 milhões à Fox por "As Aventuras de Pi".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 
Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Topo