Cinema

Rússia nega visto a dramaturgo que queria filmar processo das Pussy Riot

Reprodução/International Institute of Political Murder
Cineasta e dramaturgo suíço Milos Rau imagem: Reprodução/International Institute of Political Murder

A Rússia negou um visto ao dramaturgo suíço Milo Rau, que queria filmar sua peça de teatro "Os Processos de Moscou", sobre a condenação do grupo de punk rock Pussy Riot, anunciou nesta terça-feira (17) em Berlim seu produtor alemão.

Rau é conhecido por suas peças de teatro críticas, entre elas "Les derniers jours des Ceausescu", sobre os últimos dias do ditador romeno e sua esposa, em 1989, ou "Hate Radio", sobre a Rádio Televisão Livre das Mil Colinas em Ruanda, que convocava em suas ondas o genocídio dos tutsi.

O consulado-geral da Rússia em Bonn negou o visto a Rau, que queria realizar uma versão filmada de sua peça "Os Processos de Moscou", explicou o produtor, Fruitmarket, em um comunicado.

A obra, apresentada no Centro Sakharov da capital russa em março passado, provocou a ira das autoridades russas, que controlaram durante várias horas os documentos de identidade do suíço, indicou Fruitmarket.

A peça recria três processos na Rússia contra artistas ou comissários artísticos, com a participação dos verdadeiros protagonistas, tanto do lado da acusação quanto da defesa.

"É uma vergonha para o nosso país" ter negado o visto a Milo Rau, declarou Katia Samutsevitch, integrante dos Pussy Riot, que foi condenada em agosto de 2012 a dois anos em uma colônia penitenciária por ter realizado uma oração punk contra Vladimir Putin.

Libertada em outubro, ela encarna seu próprio papel na peça de Milo Rau e também estava escalada para a versão filmada da obra.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 
Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Topo