Cinema

"O Passado" é escolhido para representar o Irã no Oscar e gera polêmica

Divulgação
Cena no filme francês "O Passado", de Asghar Farhadi imagem: Divulgação

O filme "O Passado", um drama familiar de Asghar Farhadi, autor do premiado "A Separação", representará o Irã no Oscar 2014. A escolha gerou polêmica e descontentamento entre os conservadores, que consideram o longa "francês demais".

Protagonizado pela franco-argentina Berenice Bejo, que estrelou o premiado "O artista" ao lado de Jean Dujardin, "O Passado" mergulha o espectador nos segredos de uma família franco-iraniana que vive na região parisiense. O ator iraniano Ali Mosaffa interpreta o marido de Marie (Bejo), que volta a Paris depois de uma longa ausência.

A agência de notícias iraniana Fars, ligada aos conservadores, criticou a decisão de escolher esse filme, alegando que não apenas foi rodado na França, como também foi financiado exclusivamente por capital francês. 

"Ao contrário de 'A Separação', não há nada iraniano neste filme, a não o ser o personagem, que poderia ter vindo de qualquer outro país", observou a agência.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 
Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Topo