Cinema

Diretor de "Gravidade" diz que ainda é cedo para pensar em Oscar

Da France Presse, na Cidade do México

O cineasta mexicano Alfonso Cuarón se mostrou surpreso nesta quarta-feira (16) com o fato de seu filme "Gravidade" ter sido tão bem recebido entre os críticos e os mestres da sétima arte, mas disse achar cedo para pensar em indicações ao Oscar. "É verdade que tenho sonhado com isso, mas não, ainda é prematuro", disse.

"Não esperávamos uma resposta deste tipo", disse o diretor do filme protagonizado por Sandra Bullock e George Clooney, que bate recordes de bilheteria.

"Gravidade" tem recebido críticas que o comparam até mesmo ao épico "2001: Uma Odisseia no Espaço" (1968), de Stanley Kubrick. Também foi aplaudido por diretores como Steven Spielberg, Quentin Tarantino e James Cameron, que recentemente afirmou que o longa do diretor mexicano "é o melhor filme sobre o espaço jamais feito".

Cuarón disse também que, desde que o filme estreou, só ficou nervoso em duas ocasiões: durante uma apresentação especial para astronautas e quando começou a receber ligações e e-mails de colegas entusiasmados.

"Já não posso pedir mais nada", afirmou o diretor de 52 anos.

$!$render-component.split('/')[$math.sub($render-component.split('/').size(), 1)]

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 
Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Topo