Topo

Filmes e séries


Morre aos 87 anos compositor de trilhas de De Sica e Tarantino

Ortolani também foi escolhido por Tarantino para passagens musicais de "Bastardos Inglórios" e "Django Livre"  - Divulgação
Ortolani também foi escolhido por Tarantino para passagens musicais de "Bastardos Inglórios" e "Django Livre" Imagem: Divulgação

De Roma (Itália)

23/01/2014 22h27

O compositor italiano de trilhas sonoras Riz Ortolani, 87 anos, apreciado tanto por diretores clássicos como Vittorio De Sica quanto pelos atuais como o americano Quentin Tarantino, faleceu nesta quinta-feira, em Roma, em decorrência de uma bronquite, anunciou a imprensa.

Autor da trilha original do filme "Il Sorpasso" (1962), de Dino Risi, Ortolani também foi escolhido por Tarantino para muitas passagens musicais de "Bastardos Inglórios" e "Django Livre".

Riziero Ortolani, a quem todos os amigos chamavam Riz, nasceu em Pesaro. Aos 19 anos, formou-se flautista e aos 20 integrou a rádio-televisão pública Rai como arranjador de orquestras de rádio.

Em 1954, regiu pela primeira vez um programa de rádio chamado "Occhio Magico" (Olho Mágico). Seu trabalho para o cinema teve início nos anos 1960 com "Mondo Cane". A faixa principal, "More", foi interpretado por sua esposa, Katyna Ranieri, que obteve uma indicação ao Oscar de canção original em 1964.

Em seguida, ele colaborou com grandes estúdios americanos que trabalharam com grandes cineastas, como De Sica, Dino Risi e Franco Zeffirelli. Para Pupi Avati, ele assinou as músicas de 25 filmes, a partir de 1980.

"Nós vivemos quase que praticamente a vida toda juntos, com ele eu aprendi como é belo ouvir um trecho de música clássica com uma partitura na mão", disse o cineasta.

Grande amante do jazz, da ópera e da música sinfônica, Ortolani deixa uma imensa obra de 300 partituras, entre as quais títulos que viraram mito, como "Africa Addio", "Fratello Sole Sorella Luna", até a música da série "La Piovra".

Ortolani recebeu vários prêmios: dois Globos de Ouro, duas indicações ao Oscar, um Grammy e cinco David de Donatello, a mais alta recompensa italiana do cinema.

Há alguns meses, ele recebeu um prêmio Lifetime Achievement Award no festival mundial de trilhas sonoras originais de cinema em Ghent.

Filmes e séries