Cinema

Cinebiografia do papa Francisco começa a ser filmada em janeiro

A infância de Jorge Bergoglio e seus passos como cardeal e arcebispo antes de ser eleito Papa serão narrados em um filme argentino que será rodado em 2015, informaram seus produtores na sexta-feira.

O sumo pontífice será interpretado por Dario Grandinetti, prolífico ator de 55 anos, que alcançou fama internacional como protagonista, em 1992, de "O Lado Escuro do Coração" e depois participou do elenco de "Fale com Ela" (2002) e integra o elenco da bem sucedida "Relatos Salvajes" (2014).

O filme começará a ser rodado em janeiro próximo, sob a direção do cineasta espanhol Beda Docampo Feijoo, confirmou à AFP a produtora encarregada da obra, a Pampa Films.

O roteiro será baseado na biografia sobre Bergoglio, "Francisco: vida e revolução", escrita pela jornalista do La Nación, Elisabetta Piqué, noticiou o matutino.

As filmagens ocorrerão em Buenos Aires, Madri e Roma e sua estreia é aguardada para meados de 2015.

"Esperamos que o filme possa transmitir a admiração de todos nós pela coerência de uma vida baseada na austeridade e na caridade", disse Docampo Feijoo à revista The Hollywood Reporter.

Jesuíta argentino, austero e moderado, com longa experiência pastoral em regiões pobres, grande leitor e torcedor do clube de futebol San Lorenzo, Bergoglio foi eleito Papa Francisco, sucessor de Bento XVI, em 19 de março de 2013.

Topo