Festival de Cannes

Refugiados, clima e política: Festival de Cannes quer falar do mundo

Divulgação
Al Gore vai ao festival apresentar a sequência de "Uma Verdade Incoveniente" Imagem: Divulgação

15/05/2017 14h47

A crise dos refugiados, as mudanças climáticas e o ativismo entraram na programação do Festival de Cannes, dando um colorido político à edição da maior mostra de cinema do mundo.

"Espero que a Coreia do Norte ou a Síria não ofusquem esta edição, que queremos que seja estável, que seja festiva", declarou o presidente do festival, Pierre Lescure, ao apresentar a seleção deste ano. "Esperamos que este festival seja uma folga que permitirá não falar só de cinema, mas do cinema como reflexo do mundo (...), falamos de política e de grandes temas."

O destino dos refugiados é um tema abordado em vários filmes programados este ano, alguns deles inclusive na mostra oficial. Em "Happy End", o diretor austríaco Michael Haneke, que já tem duas Palmas de Ouro, volta a trabalhar com Isabelle Huppert e Jean-Louis Trintigant para contar a história de uma família burguesa do norte da França, que vive perto de um acampamento de imigrantes.

Kevin Winter/Getty Images
Vencedor do Oscar de direção por "Birdman" e "O Regresso", Alejandro Iñarritu apresenta projeto de realidade virtual sobre refugiados Imagem: Kevin Winter/Getty Images
O húngaro Kornél Mandruczo (Prêmio Um Certo Olhar em 2014 por "White God") apresenta "Jupiter's Moon", um filme de gênero fantástico sobre a acolhida dos refugiados.

O mexicano Alejandro González Iñárritu volta à Croisette, desta vez com um projeto de realidade virtual sobre a experiência de ser um migrante. "Carne y arena", apresentado fora da competição, acompanha um grupo de refugiados "vivendo intensamente parte de seu périplo", segundo declarações do cineasta mexicano, citado em um comunicado.

Por outro lado, a atriz e ativista britânica Vanessa Redgrave apresentará "Sea Sorrow", um documentário com esta mesma temática. 

Na seção paralela Um Certo Olhar, o eslovaco Gyorgy Kristof descreve em "Out" o mundo dos trabalhadores migrantes na Europa. A mostra também traz o thriller político "La Cordillera", do argentino Santiago Mitre, protagonizado por Ricardo Darín, que inteprteta um presidente argentino reunido com vários colegas latino-americanos no topo da Cordilheira dos Andes, no Chile.

Outro filme com temática política, "Napalm", de Claude Lanzmann, será exibido em sessão especial. O diretor de "Shoah" se concentra aqui na Coreia do Norte, aonde viajou quatro vezes desde 1958.

O filme pode suscitar polêmica, o que não desagradaria o cineasta. "A Coreia do Norte não é o eixo do mal, segundo George W. Bush", disse em entrevista recente à AFP.

Divulgação
Cena de "Happy End", sobre uma família burguesa que vive perto de um acampamento de imigrantes Imagem: Divulgação

Clima quente

No plano ambiental, será exibida a segunda parte do documentário sobre as mudanças climáticas do ex-vice-presidente americano Al Gore, "Uma verdade inconveniente", 11 anos depois da estreia do primeiro filme. Em "An Inconvenient Sequel: Truth to Power" (Uma Sequência Inconveniente), Gore prossegue com sua luta por todo mundo para formar um exército de defensores do clima.

O francês Robin Campillo ("Eastern boys") escolheu como tema de seu novo filme, "120 battements par minute", a luta da associação Act Up para fornecer tratamento a doentes de Aids nos anos 1990. Este filme disputa a Palma de Ouro.

Além disso, a 70ª edição do festival prestará homenagem ao grande cineasta polonês Andrzej Wajda, falecido em outubro de 2016 e ganhador da Palma de Ouro em 1981 por "O homem de ferro", sobre as origens do sindicato Solidariedade. O líder histórico do Solidariedade, Lech Walesa, deverá assistir o ato.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

EFE
AFP
do UOL
AFP
Reuters
Reuters
AFP
EFE
do UOL
do UOL
ANSA
do UOL
Reuters
Reuters
do UOL
AFP
do UOL
do UOL
Reuters
AFP
do UOL
do UOL
AFP
AFP
AFP
do UOL
do UOL
AFP
AFP
AFP
do UOL
do UOL
AFP
AFP
do UOL
UOL Cinema - Imagens
EFE
Reuters
do UOL
AFP
do UOL
do UOL
AFP
Reuters
Reuters
do UOL
AFP
AFP
do UOL
Topo