Filmes e séries

Harvey Weinstein, um deus de Hollywood que cai em desgraça

Rich Polk/Getty Images for The Weinstein Company
O produtor Harvey Weinsten discursa no jantar pré-Oscar da produtora The Weinstein Company, em fevereiro de 2017 Imagem: Rich Polk/Getty Images for The Weinstein Company

De Los Angeles

15/10/2017 09h46

Meryl Streep o chamou de "deus", mas Harvey Weinstein caiu bruscamente do Olimpo de Hollywood para encarar as acusações de assédio e abuso sexual que acabam rapidamente com sua invejável carreira.

Weinstein, de 65 anos e mais de 100 quilos, foi uma das pessoas mais influentes na indústria de cinema dos Estados Unidos, com o poder de construir ou destruir carreiras em um piscar de olhos. Com seu irmão Bob construiu uma fábrica de sucessos de bilheteria, com 80 premiações do Oscar e mais de 300 indicações.

Tudo parece ter ido para o lixo com este escândalo revelado pelo jornal The New York Times e alimentado pela revista The New Yorker.

Mira Sorvino, Rosana Arquette, Gwyneth Paltrow, Angelina Jolie e Léa Seydoux, entre outras atrizes, disseram ter sido objeto de insinuações sexuais do produtor. Asia Argento, Lucia Evans, Rose McGowan, Lysette Anthony e uma outra mulher que permanece sob anonimato o acusam de estupro.

Neste sábado ele foi expulso da Academia das Artes e das Ciências Cinematográficas dos Estados Unidos, uma semana depois de ter sido demitido da The Weinstein Company (TWC), que fundou com o irmão Bob em 2005 depois de sair do Miramax, o primeiro estúdio que fundaram juntos em 1979 e que venderam para a Disney em 1993.

Deus

Jemal Countess/Getty Images for Christopher & Dana Reeve Foundation
Harvey Weinstein discursa em evento beneficente ao lado da atriz Meryl Streep, em novembro de 2012 Imagem: Jemal Countess/Getty Images for Christopher & Dana Reeve Foundation

Harvey chegou a ser chamado de "xerife desta asquerosa cidade sem lei" chamada Hollywood.

Entre os indicados ao Oscar a melhor filme estão "O Aviador", "Chicago", "Gangues de Nova York", "A Vida é Bela", entre outros sucessos de público e crítica.

Ganhou o Oscar de melhor produtor com "Shakespeare Apaixonado". "O Paciente Inglês", "O Artista", "O Discurso do Rei" e "A Dama de Ferro" também estão na lista dos filmes que alcançaram por suas mãos a glória do Oscar.

"Quero agradecer a meu agente e a Deus... Harvey Weinstein", disse Meryl Streep, ao ganhar em 2012 o Globo de Ouro por sua atuação como a ex-primeira-ministra britânica Margaret Thatcher.

Ao tomar conhecimento das "vergonhosas" denúncias, das quais afirmou nunca ter tido a menor ideia, ela se disse "horrorizada", assim como muitos artistas, diretores e até mesmo políticos, como o ex-presidente Barack Obama e a ex-candidata à Casa Branca Hillary Clinton, que receberam doações generosas de produtores para suas campanhas.

Foi uma brilhante carreira de 30 anos, tempo no qual, segundo a imprensa, ele manteve a conduta condenada pela Academia de Cinema Britânica (Bafta), que também o expulsou.

Índios e cowboys

Drew Angerer/Getty Images
O produtor Harvey Weinstein durante conferência em Sun Valley, Idaho, em julho de 2017 Imagem: Drew Angerer/Getty Images

Weinstein nasceu em 19 de março de 1952 e disse em várias entrevistas que quando tinha entre 10 e 12 anos, brincando de índio e cowboy, um galho entrou no seu olho, obrigando-o a fazer repouso.

Seus pais trabalhavam e o pequeno Harvey costumava ir para casa da vizinha, dona de livraria, para ler.

"Muito novo eu já lia grandes histórias e ficava encantado. Eu precisava ir para um outro mundo", disse ao jornal The Guardian em 2003.

Primeiro ele leu "Outline of History", de H.G. Wells, depois "O Vento Levou" e mais tarde "Guerra e Paz", contou em uma entrevista ao The Telegraph em janeiro de 2016.

Com uma fortuna estimada em US$ 150 milhões, Weinstein era reconhecido por suas contribuições em campanhas contra a aids, diabetes juvenil, esclerose múltipla e ao Partido Democrata.

Weinstein, que admite os assédios, mas nega as acusações de estupro, disse que buscará ajuda e pede uma segunda chance.
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Reuters
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
do UOL
do UOL
Reuters
Roberto Sadovski
do UOL
EFE
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Cinema - Imagens
UOL Entretenimento
EFE
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento - Imagens
do UOL
UOL Cinema - Imagens
Topo