Filmes e séries

Mostra de cinema de Edimburgo começa com grande presença latino-americana

Divulgação
Personagens do filme ''Toy Story 3 - 3D", da Pixar Imagem: Divulgação

16/06/2010 16h10

Londres, 16 jun (EFE).- O festival de cinema de Edimburgo, um dos mais antigos do mundo, começa hoje sua 64ª edição com uma grande presença de filmes latino-americanos, que compartilham a mostra com dezenas de títulos de todo o mundo.

Vinculada ao festival de teatro de Edimburgo, realizado todos os anos em agosto, a mostra abre suas portas hoje com a projeção do belo filme de animação "O Mágico" do francês Sylvain Chomet, ambientado na capital da Escócia.

Escoceses ilustres como o ator veterano Sean Connery, que também é padrinho do festival, e personalidades do mundo das artes como o ator Patrick Stewart, a atriz Tilda Swinton, o escritor Nick Hornby e o diretor de fotografia Seamus McGarvey devem participar da cerimôna.

Durante a mostra, que termina no dia 27 de junho, serão apresentadas estreias como "Toy Story 3" - no dia seguinte a sua estreia nos Estados Unidos -, e a produção peruano-americana "Postales", do filipino-americano Josh Hyde, ambientada no Peru e rodada em inglês e espanhol.

O filme, uma das atrações do festival, narra a história de dois meninos da rua peruanos que conhecem dois adolescentes americanos que viajam com seus pais a Cuzco.

Os outros filmes latino-americanos são "Alamar", do belga-mexicano Pedro González-Rubio; o mexicano "La pantera negra"", de Iyari Wertta; o colombiana "El vuelco del cangrejo", e o argentino "El Hombre de al Lado", de Mariano Cohn e Gastón Duprat, apresentado pela primeira vez na Europa.

Também se destacam a produção hispânico-mexicana "Norteado", de Rigoberto Pérezcano; a co-produção da Alemanha, França e Espanha "Henry of Navarra", de Jo Baier; "Contracorriente", do peruano Javier Fuentes-León, e "The Sentimental Engine Slayer", do porto-riquenho Omar Rodríguez-López.

"O segredo dos seus olhos", de Juan José Campanella, um dos filmes de maior bilheteria da história da Argentina e ganhador do Oscar de melhor filme estrangeiro em 2010, também participa do festival.

O festival de cinema de Edimburgo, que se caracteriza por da atenção a títulos originais e a diretores novos, inclui na sua programação produções de países como Eslováquia, Iraque, Taiwan e Nova Zelândia, além do Reino Unido, em formatos tão diversos como "3D" e "0D" (só som).

Entre os filmes que geram mais expectativa estão o francês "Nénette", sobre a vida de um orangotango em um zoo; o americano "Restrepo", apresentada como o melhor documentário sobre a guerra no Afeganistão, e o filme que fechará o festival, "Third Star", que reúne quatro dos melhores jovens atores do Reino Unido sob a direção de Hattie Dalton.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

UOL Cinema - Imagens
do UOL
UOL Cinema - Imagens
redetv
redetv
do UOL
AFP
do UOL
do UOL
Reuters
Reuters
do UOL
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
redetv
do UOL
EFE
do UOL
do UOL
do UOL
Cinebiografia a caminho
Reuters
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
Chico Barney
Roberto Sadovski
redetv
redetv
do UOL
EFE
EFE
do UOL
do UOL
Cinema
do UOL
do UOL
do UOL
Reuters
do UOL
do UOL
EFE
EFE
Colunas - Flavio Ricco
Roberto Sadovski
redetv
Topo