Cinema

Mostra de cinema de Edimburgo começa com grande presença latino-americana

Divulgação
Personagens do filme ''Toy Story 3 - 3D", da Pixar imagem: Divulgação

Londres, 16 jun (EFE).- O festival de cinema de Edimburgo, um dos mais antigos do mundo, começa hoje sua 64ª edição com uma grande presença de filmes latino-americanos, que compartilham a mostra com dezenas de títulos de todo o mundo.

Vinculada ao festival de teatro de Edimburgo, realizado todos os anos em agosto, a mostra abre suas portas hoje com a projeção do belo filme de animação "O Mágico" do francês Sylvain Chomet, ambientado na capital da Escócia.

Escoceses ilustres como o ator veterano Sean Connery, que também é padrinho do festival, e personalidades do mundo das artes como o ator Patrick Stewart, a atriz Tilda Swinton, o escritor Nick Hornby e o diretor de fotografia Seamus McGarvey devem participar da cerimôna.

Durante a mostra, que termina no dia 27 de junho, serão apresentadas estreias como "Toy Story 3" - no dia seguinte a sua estreia nos Estados Unidos -, e a produção peruano-americana "Postales", do filipino-americano Josh Hyde, ambientada no Peru e rodada em inglês e espanhol.

O filme, uma das atrações do festival, narra a história de dois meninos da rua peruanos que conhecem dois adolescentes americanos que viajam com seus pais a Cuzco.

Os outros filmes latino-americanos são "Alamar", do belga-mexicano Pedro González-Rubio; o mexicano "La pantera negra"", de Iyari Wertta; o colombiana "El vuelco del cangrejo", e o argentino "El Hombre de al Lado", de Mariano Cohn e Gastón Duprat, apresentado pela primeira vez na Europa.

Também se destacam a produção hispânico-mexicana "Norteado", de Rigoberto Pérezcano; a co-produção da Alemanha, França e Espanha "Henry of Navarra", de Jo Baier; "Contracorriente", do peruano Javier Fuentes-León, e "The Sentimental Engine Slayer", do porto-riquenho Omar Rodríguez-López.

"O segredo dos seus olhos", de Juan José Campanella, um dos filmes de maior bilheteria da história da Argentina e ganhador do Oscar de melhor filme estrangeiro em 2010, também participa do festival.

O festival de cinema de Edimburgo, que se caracteriza por da atenção a títulos originais e a diretores novos, inclui na sua programação produções de países como Eslováquia, Iraque, Taiwan e Nova Zelândia, além do Reino Unido, em formatos tão diversos como "3D" e "0D" (só som).

Entre os filmes que geram mais expectativa estão o francês "Nénette", sobre a vida de um orangotango em um zoo; o americano "Restrepo", apresentada como o melhor documentário sobre a guerra no Afeganistão, e o filme que fechará o festival, "Third Star", que reúne quatro dos melhores jovens atores do Reino Unido sob a direção de Hattie Dalton.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 
Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Topo