Cinema

Chuvas em deserto atrasam para 2011 as filmagens do novo "Mad Max"

SYDNEY, AUSTRÁLIA - As chuvas torrenciais trouxeram o verde para o deserto da região australiana de Outback e atrasaram para 2011 a rodagem do quarto filme da série "Mad Max", informou nesta quinta-feira a imprensa local.

Broken Hill, sobre cujas dunas iam ser filmadas várias cenas do filme, se tornou um oásis verde depois que os aguaceiros das últimas semanas puseram fim a uma década de grave seca, segundo o jornal "Sydney Morning Herald".

Os produtores acreditam que a normalmente inóspita e seca região agora é demasiado úmida para "Mad Max".

Por sua parte, os moradores admitem que as chuvas modificaram a orografia do terreno, mas esperam que a rodagem não seja transferida para outra região.

"O clima atual é surpreendente, muito úmido e com muitíssima vegetação, não é por isso que somos famosos. É algo muito raro e não estava planejado, mas acreditamos que o filme não vai ser rodado em outro lugar", afirmou o prefeito da localidade, Wincen Cuy.

Broken Hill recebeu em fevereiro uma quantidade de chuva cinco vezes superior à normal, e em um só dia em março caíram 96 mililitros por metro quadrado, um fenômeno que revolucionou o subsolo.

"Fury Road", quarta parte de "Mad Max" e dirigida como sempre pelo australiano George Miller, não será protagonizada desta vez por Mel Gibson, mas pelo ator britânico Tom Hardy e pela sul-africana Charlize Theron.

Topo