Cinema

Vida de Ronald Reagan será retratada em filme

LOS ANGELES, EUA - A vida do ator e político Ronald Reagan, que foi presidente dos Estados Unidos entre 1981 até 1989, terá uma adaptação cinematográfica baseada em duas biografias de Paul Kengor, informou a edição digital da revista "The Hollywood Reporter".

O filme, cujo título provisório é "Reagan" e que conta com um orçamento de US$ 30 milhões, estreará no fim de 2011, e seu conteúdo se baseará nos livros "The Crusader" e "God and Ronald Reagan", escritos por Kengor. Mark Joseph, que obteve os direitos cinematográficos sobre os dois livros há quatro anos, será um dos produtores do filme, que conta com um roteiro de Jonas McCord.

Entre os produtores também está Ralph Winter, que conta entre seus filmes com obras como a franquia "X-Men", a saga "Quarteto Fantástico" e a mais recente versão de "Planeta dos Macacos", filmada por Tim Burton em 2001. Joseph trabalhou em obras como "Ray" e "A Paixão de Cristo".

McCord, em declarações à revista, afirma que nunca foi um grande admirador de Reagan, mas que ficou fascinado pela vida do ex-presidente quando estudou seu passado. "Sempre tive a opinião de que em seus melhores momentos era um ator ruim, e que em seus piores momentos era um palhaço", disse McCord.

O começo do filme será a tentativa de assassinato sofrida em 1981, e contará sua vida através de passagens que irão ao passado e ao futuro em relação a esse evento.

McCord assegurou que serão abordadas as origens da família de Reagan e, especialmente, as relações que manteve com seu pai alcoólatra. "É uma grande história", apontou McCord. "Estou contente que ninguém mais em Hollywood pense o mesmo. Caso contrário, já teriam feito o filme".

A história de Reagan foi tema de uma minissérie em 2003, chamada "The Reagans", protagonizada por James Brolin. Até agora não foi contratado nenhum ator para o filme, e o diretor também não foi definido.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 
Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Topo