Filmes e séries

Diretor polonês ganha máximo prêmio em Mar del Plata

Getty Images
Cineasta Jerzy Skolimowski recebe prêmio especial do júri por ''Essential Killing'' (11/09/2010) Imagem: Getty Images

21/11/2010 13h30

Mar del Plata - O filme "Essential Killing", do diretor polonês Jerzy Skolimowski, venceu neste sábado o máximo prêmio na 25ª edição do Festival de Cinema de Mar del Plata, que também premiou o protagonista da fita, o americano Vincent Gallo.

O veterano diretor foi distinto com o Astor de Ouro - o maior prêmio do festival, batizado assim em homenagem ao músico argentino Astor Piazzolla - por seu mais recente trabalho, ambientado na guerra do Afeganistão, e no qual Gallo dá vida a um preso perseguido por soldados americanos.

"Chantapras", o filme com tinturas biográficas do diretor georgiano Otar Iosseliani, obteve o Prêmio Especial do Júri, presidido pelo crítico espanhol Román Gubern e completado pelo diretor italiano Mario Canale, o diretor brasileiro Ruy Guerra, a roteirista argentina Graciela Maglie e a atriz francesa Dominique Sanda.

O filme russo "Silent Souls" ficou com o prêmio de melhor diretor para Alexei Fedorchenko e de melhor roteiro para Denis Osokin, enquanto Mirela Oprisor e Maria Popistasu foram agraciadas como melhores atrizes pelo filme "Tuesday, After Christmas", do romeno Radu Muntean.

Receberam menções especiais do júri internacional a fita sérvia "White, White World", de Oleg Novkovik, e a realização argentina "Aballay, el honbre sin miedo", de Fernando Spiner, que relata as lutas violentas no século XIX no país sul-americano.

O júri da concorrência latino-americana elegeu como melhores filmes o peruano "Octubre", dos irmãos Diego e Daniel Vega, e o argentino "Amor en tránsito", de Lucas Blanco.

Entre os prêmios não oficiais, a Associação de Cronistas Cinematográficos Argentinos, os primeiros que organizaram o festival, também escolheu "Essential Killing" como melhor filme.

A Associação Católica Mundial para a Comunicação outorgou o prêmio Signis ao filme espanhol "Todos vosotros sois capitanes", do francês (de pais espanhóis) Oliver Laxe, "por representar os valores da humanidade", segundo a decisão do júri.

O prêmio Fipresci da crítica internacional foi para a estreia do argentino Nicolás Carreras, "El camino del vino".

O Sindicato da Indústria Cinematográfica Argentina elegeu o filme paraguaio "Novena", de Enrique Collar, como o melhor filme latino-americano desta edição do festival.

Nesta edição do festival, o único com categoria A da América Latina e que termina oficialmente neste domingo, foram exibidos 314 títulos procedentes de 36 países, mas com uma especial atenção às produções alternativas dos Estados Unidos e à indústria local.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

UOL Cinema - Imagens
do UOL
AFP
do UOL
do UOL
Reuters
Reuters
do UOL
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
redetv
do UOL
EFE
do UOL
do UOL
do UOL
Cinebiografia a caminho
Reuters
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
Chico Barney
Roberto Sadovski
redetv
redetv
do UOL
EFE
EFE
do UOL
do UOL
Cinema
do UOL
do UOL
do UOL
Reuters
do UOL
do UOL
EFE
EFE
Colunas - Flavio Ricco
Roberto Sadovski
redetv
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
Topo