Cinema

Atualizada em 11.07.2013 16h30

Anúncio que "ressuscita" Bruce Lee incomoda fãs chineses

Pequim

A marca de uísque Johnnie Walker "ressuscitou" o mito das artes marciais, Bruce Lee, morto em 1973, em um comercial de televisão na China.

O anúncio foi recebido com muita controvérsia, entre outras coisas porque o ator era abstêmio, segundo lembraram muitos de seus fãs.

O comercial, que estreou dia 7 de julho, poucas semanas antes do 40º aniversário da morte da estrela do kung fu, une tecnologia digital a um sósia de Lee - o ator hongkonês Danny Chan - para que ele possa aparecer em um dos prédios ultramodernos de Hong Kong.

O spot recupera algumas das entrevistas mais populares de Lee e termina com um primeiro plano de uma garrafa do uísque escocês.

Em apenas quatro dias de circulação, o comercial gerou muitos comentários nas redes sociais chinesas, e embora alguns comentem o retorno da lenda, também há quem critica o mau gosto de unir Lee à uma bebida alcoólica.

"Reviver de forma tão real (Bruce Lee) para promover um produto que não ia de encontro a seus gostos é imoral, e mostra o desrespeito da publicidade atualmente", comentou o diretor de cinema hongkonês Edwin Lee, ao jornal "South China Morning Post".

O anúncio, filmado em um hotel de luxo em Hong Kong, contou com a assessoria de Shannon Lee, filha do falecido ator.

Em 2006, o spot espanhol do BMW X3, que recuperava imagens de uma antiga entrevista do ator, se tornou um dos mais populares daquele ano no país. A agência de propaganda que o elaborou - a catalã S,C,P,F - foi agraciada um ano depois com o Grande Prêmio à Eficácia da Publicidade.

Lee, nascido em São Francisco de pais chineses, morreu em Hong Kong por causa de uma estranha reação alérgica a um remédio, em 20 de julho de 1973, com apenas 32 anos. Apesar de jovem, o ator já era consagrado como estrela do cinema das artes marciais, que ajudou a popularizar no Ocidente.

No 40º aniversário de seu falecimento, Hong Kong e China preparam vários atos em homenagem ao ator.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 
Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Topo