Filmes e séries

Documentário sobre Mercedes Sosa concorre a prêmio no Brasil

Divulgação
Documentário "Mercedes Sosa, a voz da América Latina" Imagem: Divulgação

Após ser lançado com sucesso de público e crítica no último mês de junho na Argentina, o documentário "Mercedes Sosa, a voz da América Latina", do cineasta Rodrigo H. Vila, estreou no Brasil como um dos concorrentes ao Troféu Mucuripe, prêmio principal do Cine Ceará, festival que acontece até o próximo sábado em Fortaleza.

"Não tentamos em nenhum momento mostrar Mercedes como vítima ou heroína. Este filme é uma homenagem em carne e osso, não em bronze", afirmou Vila em entrevista coletiva realizada nesta sexta-feira sobre a produção exibida na noite de ontem no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura.

Mercedes Sosa, que nasceu em 9 de julho de 1935 em Tucumán e morreu no dia 4 de outubro de 2009 em Buenos Aires, foi um dos maiores expoentes do folclore argentino, mas em sua extensa carreira musical também experimentou outros gêneros, como o tango, o rock e até o pop.

Em 1963, fundou o Movimento do Nuevo Cancioneiro, uma iniciativa musical-literária com projeção latino-americana que teve como objetivo impulsionar o desenvolvimento de um cancioneiro nacional em renovação permanente e evitar as manifestações puramente comerciais.

Dirigido por Vila, mas idealizado e conduzido pelo filho da cantora, Fabián Matus, o documentário retrata tanto o lado artístico de Mercedes, marcado por seu compromisso político, como o mais íntimo e pessoal através da lembrança de parentes, amigos e outros grandes artistas.

Durante a coletiva, Vila explicou que a ideia de fazer o filme foi de Matus, mas que foi uma escolha da direção colocar o filho de Mercedes para narrar o filme e fazer as entrevistas.

"Fabián não é um entrevistador. Ele age como um filho que encontra parentes e velhos amigos da mãe e, no processo, descobre coisas novas - boas e ruins - sobre ela. O interessante é que esse tipo de abordagem deixou os entrevistados mais relaxados, o que permitiu momentos de maior intimidade", comentou o diretor.

Vila contou também que levou quase três anos para terminar o filme e que já tinha trabalhado com Mercedes Sosa em outro documentário, "Cantora, un viaje intimo", lançado em 2009, motivo pelo qual esteve junto com a artista em seu último ano e meio de vida.

Essa proximidade de Mercedes deu ao cineasta acesso a um material de arquivo nunca antes visto e a personalidades argentinas e internacionais que dão seu testemunho sobre a relevância da cantora para a cultura musical e política da América Latina.

Além dos testemunhos de grandes nomes da música, o filme se nutre de relatos do círculo íntimo de Mercedes, como seus irmãos, os moradores de seu antigo bairro na província de Tucumán e até sua professora de música da escola primária.

Entre os artistas que participaram estão os brasileiros Chico Buarque e Milton Nascimento, o escocês David Byrne, a chilena Isabel Parra, o cubano Pablo Milanés, e os argentinos Charly García, León Gieco e Fito Páez, entre outros.

"Vários dos entrevistados não são afeitos a entrevistas ou às câmeras, como o Chico e David Byrne, mas quando dissemos que era para um filme sobre Mercedes aceitaram imediatamente e estiveram sempre muito bem dispostos. O mérito é todo dela", destacou Vila.

As amizades com as estrelas de várias partes do mundo foram construídas por meio do sucesso internacional que Mercedes alcançou, em parte, graças à ditadura militar que obrigou a cantora a sair da Argentina e a fez ganhar fãs em outros países como Alemanha, França e Itália, como mostra o documentário.

O filme busca agora atingir pelo menos parte dessa mesma repercussão internacional. Após participar de festivais em Panamá, Austrália e Coreia do Sul, a produção estreará na Europa no tradicional Festival Internacional de Documentários de Amsterdã (IDFA), de onde depois deve partir para outros países do continente.

No Brasil, o filme estará em outubro na capital carioca para participar do Festival do Rio e, segundo Vila, já há negociações com algumas distribuidoras para garantir o lançamento comercial do documentário.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Colunas - Flavio Ricco
Roberto Sadovski
redetv
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Jogos
Reuters
do UOL
EFE
do UOL
do UOL
AFP
Reuters
do UOL
Reuters
do UOL
Da Redação
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
do UOL
Roberto Sadovski
Blog do Matias
do UOL
AFP
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Roberto Sadovski
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
EFE
Colunas - Flavio Ricco
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
AFP
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
Topo