Filmes e séries

Encontro em BH aponta a coprodução como saída para o cinema brasileiro

Reprodução
Imagem de "Mormaço", de Marina Meliande, eleito o melhor projeto de filme do Brasil CineMundi Imagem: Reprodução

Em Belo Horizonte (MG)

15/10/2013 18h38

Terminou nesta terça-feira o 4º Brasil Cinemundi - Encontro Nacional de Coprodução — evento que reuniu profissionais do cinema nacional e estrangeiro com o objetivo de conhecer projetos dindependentes e estabelecer parcerias para coproduções.

Representantes de 11 países estiveram na capital mineira no evento, que aconteceu paralelamente à 7ª CineBH - Mostra Internacional de Cinema de Belo Horizonte. Na última reunião foi elaborada a Carta de BH 2013, documento oficial sobre as discussões.

"O evento cumpriu a proposta de ampliar a rede de contatos com profissionais brasileiros e do cinema internacional, por meio de encontros e debates. Como evento de mercado, foi destacado pelos convidados como o único que discute aprendizagem e troca de experiências no audiovisual. Posso afirmar que essa edição abriu uma nova janela para coproduções, para o cinema da ideia até a difusão", disse Raquel Hallak, diretora da Universo Produção e coordenadora geral do evento.

Na opinião do Sandro Fiorin, um dos colaboradores do Brasil CineMundi, "a coprodução no Brasil continua incerta e inconstante. O problema brasileiro em fazer coproduções é crônico e complexo. Ainda vai levar muito tempo para se notar algo significativo. Mas iniciativas como o Brasil CineMundi são importantes para que essa realidade mude com o tempo".

Dez projetos de longas brasileiros em fase de desenvolvimento foram selecionados para serem apresentados aos profissionais da indústria internacional. Ao final do encontro, um júri formado por realizadores e produtores escolheu o melhor projeto de filme, que foi premiado com materiais e serviços oferecidos pelos parceiros do Brasil CineMundi.

O vencedor foi o projeto do longa "Mormaço", do Rio de Janeiro, da diretora Marina Meliande, com produção de Leonardo Mecchi.

Além disso, quatro produtores nacionais foram escolhidos para eventos no exterior: o Torino FilmLab, na Itália; e o Ventana Sur, na Argentina. Vão para a Itália: Leonardo Mecchi, do projeto "Mormaço", e Thiago Macedo Correia, do projeto "Elon Rabin Não Acredita na Morte". Para a Argentina, viajam Tatiana Leite, do projeto "Benzinho" e Mannu Costa, do projeto "Paterno".

A 7ª CineBH termina na quinta-feira (17), com a exibição de "Tatuagem", de Hilton Lacerda, vencedor do prêmio de melhor filme do Festival de Gramado 2013.

Ao todo serão exibidos 69 filmes — 29 longas, cinco médias e 35 curtas — dos Estados Unidos à Polônia, passando por Costa Rica, México, Espanha, Argentina, Portugal, França, Holanda, Uruguai, Chile, Canadá, Bélgica, entre outros, em oito dias de programação oferecida gratuitamente ao público.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
EFE
do UOL
Roberto Sadovski
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
EFE
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
AFP
Cinema
do UOL
do UOL
Cinema
BBC
do UOL
EFE
Cinema
do UOL
do UOL
AFP
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
Topo