Filmes e séries

Antonio Banderas afirma que "Os 33" será uma reflexão sobre o valor humano

Felipe Trueba?EFE
Ator espanhol Antonio Banderas Imagem: Felipe Trueba?EFE

07/12/2013 17h44

ator espanhol Antonio Banderas, que será protagonista do filme "Os 33", sobre os mineiros que permaneceram por mais de dois meses presos em uma mina a 622 metros de profundidade no Chile, afirmou neste sábado (7) que essa produção buscará fazer uma reflexão sobre o valor do ser humano.

Banderas fez os comentários em reunião que teve hoje com o presidente colombiano, Juan Manuel Santos, na qual esteve acompanhado da equipe de produção do filme que será rodado nas minas de sal de Nemocón, 65 quilômetros ao norte de Bogotá.

Segundo Banderas, o filme buscará "nos fazer refletir sobre a vida", pois será "como uma lupa" que será colocada sobre essa história épica para "escavar os corações e as almas destes personagens" que, por acaso do destino, se transformaram em protagonistas de uma lição de vida.

"Eles (os mineiros), não se reconheceram como heróis, chegaram a se reconhecer como seres humanos e provavelmente saíram da mina sendo melhores seres humanos do que eram anteriormente, isso é o importante", manifestou o ator.

Na produção, Banderas interpretará Mario Sepúlveda, o líder dos 33 mineiros que em agosto de 2010 ficaram presos na mina chilena San José, a 622 metros de profundidade, onde permaneceram 69 dias até que foram resgatados com uma cápsula que a Nasa ajudou a desenhar.

Banderas felicitou Santos pela iniciativa de seu Governo para fomentar as produções cinematográficas na Colômbia mediante a Lei de Cinema, que oferece estímulos a que faça rodagens no país.

A Colômbia é, segundo Banderas, "um espaço natural incrível que dá possibilidade a muitíssimas produções", o que, além disso, tem uma repercussão econômica muito positiva em áreas como as da hotelaria e a restauração e na própria imagem do país.

O presidente, que recebeu Banderas, o produtor de "Os 33", o chileno Mike Medavoy, e outros membros da equipe no cinema da Casa de Nariño, sede do Executivo, disse a eles que na Colômbia é possível se sentir "em casa" e que espera que se transformem em "promotores" do país no exterior.

"A Colômbia é um país maravilhoso, muito lindo, com todo tipo de cenários possíveis, de selva, de montes. O que você quiser, tem aqui", expressou o líder.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
EFE
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
AFP
Cinema
do UOL
do UOL
Cinema
BBC
do UOL
EFE
Cinema
do UOL
do UOL
AFP
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo