Cinema

Gravações do filme sobre a vida do papa Francisco começam na Argentina

Reprodução
O ator chileno Sergio Hernández que interpretará o papa Francisco no cinema imagem: Reprodução

De Buenos Aires (Argentina)

"Llámenme Francisco" (Me chamem de Francisco, em tradução livre), o filme que levará às telonas a vida de Jorge Mario Bergoglio, começou a ser rodado ontem em Buenos Aires, cidade natal do pontífice, informaram nesta quarta-feira à agência de notícias Efe fontes da produtora.

O filme é dirigido pelo italiano Daniele Luchetti terá o argentino Rodrigo da Serna, interpretando Jorge Mario na juventude, e o chileno Sergio Hernández, vivendo Francisco nos anos mais recentes. O elenco terá ainda os atores argentinos Muriel Santa Ana, Mercedes Morán e Pompeyo Audivert e o espanhol Alex Brendemuhl. Além disso, o longa contará com mais de mil figurantes entre argentinos, italianos e alemães, que participarão das cenas grandes. Produzido pela companhia italiana Taodue em parceria com a argentina Metropolis Films, o orçamento total é de US$ 12 milhões e a equipe é composta de mais de 400 pessoas.

A história vai contar a trajetória de Bergolio desde sua ordenação até a escolha como papa, em 2013. A previsão é de que seja rodado em seis semanas e em cenários de Buenos Aires, Salta, Munique e Roma, de acordo com a Metropolis Films.

O filme contará 50 anos da vida de Jorge Bergoglio, mostrando suas experiências na história argentina, como as ditaduras militares, os crimes contra membros da igreja e sua visão de elementos da cultura do país.

Apesar do idioma oficial do filme ser o espanhol, o título para distribuição internacional será "Call me Francesco, the Pope". A estreia está prevista 17 de dezembro deste ano, data em que Jorge Bergoglio completará 79 anos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 
Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Topo