Filmes e séries

"Vingadores: Guerra Infinita" tem trailer divulgado em convenção da Disney

Divulgação
Chris Hemsworth é Thor Imagem: Divulgação

De Anaheim (EUA)

16/07/2017 09h12

"Vingadores: Guerra Infinita", filme que reunirá os super-heróis da Marvel, teve o primeiro trailer apresentado neste sábado, durante a D23, convenção organizada pela Disney, em Anaheim, na Califórnia.

A obra, dirigida por Joe e Anthony Russo, tem estreia marcada para 4 de maio de 2018 e faz parte do Universo Cinematográfico Marvel, reunindo personagens da primeira e segunda sequência dos Vingadores, além dos Guardiões da Galáxia, entre outros, lutando contra o temido Thanos, interpretado por Josh Brolin.

Nas imagens, os integrantes da Milano encontram um corpo à deriva no espaço, de Thor, que é revivido por Mantis. A Terra está devastada, e Peter Parker aparece com os pelos do braço arrepiados, no conhecido Sentido Aranha. Loki, Pantera Negra, Capitão América também surgem na tela.

Por fim, Tony Stark, o Homem de Ferro, e Thanos dão um tom dramático, enquanto a Manopla do Infinito aparece com várias joias faltando.

No Centro de Convenções de Anaheim, Robert Downey Jr. (Homem de Ferro), Benedict Cumberbatch (Doutor Estranho), Tom Holland (Homem-Aranha), Chris Hemsworth (Thor), Elizabeth Olsen (Feiticeira Escarlate) e Karen Gillan (Nebula) falaram sobre o novo filme para um exército de fãs empolgados.

O Universo Cinematográfico da Marvel já conta com 16 filmes lançados, inclusive "Os Vingadores" e "Vingadores: Era de Ultron". Na semana passada, foi lançado "Homem-Aranha: De Volta ao Lar"; em novembro, será a vez de "Thor: Ragnarok", que será seguido por "Pantera Negra", que irá às telonas em fevereiro de 2018.

Depois de "Guerra Infinita", já estão programadas as estreias de "Homem-Formiga e a Vespa", em julho de 2018, "Capitã Marvel", em março de 2019, uma nova sequência dos Vingadores, ainda sem título definido, e "Homem-Aranha: De Volta ao Lar 2", nome provisório da sequência.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Reuters
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
AFP
do UOL
Cinema
Roberto Sadovski
do UOL
do UOL
Chico Barney
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Roberto Sadovski

Roberto Sadovski

As 25 melhores histórias em quadrinhos da Liga da Justiça

Pincelar as melhores histórias da Liga da Justiça é um trabalho complexo. Não pela falta de qualidade, mas pelo contraste: muita coisa entre os primórdios da equipe e o final dos anos 80 tem mais valor por sua inegável importância histórica do que por seus predicados artísticos. O gibi da Liga, afinal, viveu por anos na sombra da animação Superamigos, e isso deixou o tom das histórias mais ingênuo e infantil até a reformulação pós-Crise nas Infinitas Terras. Mas garimpar todas as fases em décadas de aventuras trouxe boas surpresas e ótimas descobertas - além do perceber que, em boas, mãos, a Liga pode ser incrível! A leitura rendeu algumas conclusões. Primeiro, não há absolutamente nada errado em usar histórias de super-heróis para fazer humor! Segundo, o horrendo período dos Novos 52, que privilegiou forma, ignorou substância e fez um flashback sinistro dos primórdios da Image Comics nos anos 90 (urgh), não foi tão cruel com a Liga. Terceiro, pouca gente escreve e entende os herói tão bem quanto Grant Morrisson e Mark Waid. No mais, a Liga da Justiça, em usas diversas encarnações, ainda é aposta certeira quando o assunto é entretenimento - afinal, só uma equipe criativa muito canhestra poderia melar uma mistura de personagens e personalidades e superpoderes tão diversa e tão bacana! Acredite, se os super-heróis mais lendários do mundo sobreviveram a Extreme Justice, nada é capaz de derrotá-los!

Cinema
Colunas - Flavio Ricco
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Cinema - Imagens
do UOL
Reuters
do UOL
do UOL
do UOL
Reuters
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
TV e Famosos
do UOL
do UOL
Topo