Filmes e séries

Depois de dez anos, R$ 10 bilhões em bilheteria e oito longas, a saga de Harry Potter termina com o filme mais soturno e épico

ILLANA REHAVIA

Colaboração para o UOL, de Londres

07/07/2011 18h11Atualizada em 07/07/2011 20h26

Depois de dez anos, quase R$ 10 bilhões em bilheteria e oito longas-metragens, a saga de Harry Potter termina com o filme mais soturno e épico da série. "Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2" começa onde terminou a primeira parte, com o trio formado por Harry Potter, Hermione Grander e Ron Wesley procurando pelos quatro Horcruxes restantes, as fontes de imortalidade de Voldemort.

Eles precisam encontrar e destruir esses Horcruxes para ter alguma chance de acabar de vez com o inimigo. Os personagens sabem que estão próximos do embate final entre o bem e o mal, da batalha de vida ou morte entre Harry e Voldemort. Como não poderia deixar de ser em se tratando do último filme, mistérios da trama são revelados, como a razão da forte ligação entre Harry e Voldemort e detalhes surpreendentes do passado do professor Severus Snape. 

O filme usa cores mais frias e obscuras para traduzir a angústia dos personagens nos momentos que levam à derradeira batalha. Nas mãos do diretor de fotografia português Eduardo Serra, locais como o Salão Principal da Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts, antes acolhedores, são completamente transformados.

Trailer de "Relíquias da Morte 2"

Um novo livro para Potter?

Milhares de fãs se reuniram no centro de Londres para ver de perto o elenco da saga criada por J.K. Rowling na pré-estreia de "Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2", o último filme da série. Um longuíssimo tapete vermelho de 1,2 km ligou as praças Tragalgar Square e Leceister Square. Por lá passaram estrelas como Daniel Radcliff (Harry Potter), Emma Watson (Hermione), Ruper Grint (Ronie), Ralph Fiennes (Lorde Voldmort), Alan Rickman (Severus) e Helena Bonham Carter (Bellatrix).

A escritora J.K. Rowling arrancou gritos dos fãs ao não descartar a possibilidade de um novo livro sobre Potter. "Ele é o meu bebê. Vou brincar com ele de novo se quiser levá-lo para sair", disse ela sobre Harry Potter. Além de Rowling, uma das estrelas mais assediadas no tapete vermelho foi Emma Watson, em um belo vestido do estilista Oscar de la Renta digno de um conto de fadas. Daniel Radcliff veio a Londres especialmente para a pré-estreia, já que está em cartaz com o espetáculo "How to Succeed in Business Without Really Trying", na Broadway.

Curiosidades

"Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2" também traz o esperado beijo entre Hermione e Ron. “Foi obviamente difícil colocar nossa história pessoal de lado porque nós crescemos juntos, mas acho que eles não se importarão se eu disser que se você faz uma, quatro ou cinco vezes, beijar fica bem chato”, disse Watson.

O filme traz aparições de certos personagens que foram eliminados ao longo da série. Merecem destaque ainda alguns efeitos especiais curiosos, como um campo de força gerado por varinhas que foi inspirado na consistência de águas-vivas.

E a cena que se passa no banco de goblins de Gringotts, que apresentou um desafio aos produtores: achar atores com o biotipo correto para viver essas criaturas. Como representante de atores com menos de 1,5 metro de altura, o ator Warwick Davis foi encarregado de recrutar 60 pessoas que pudessem atuar como goblins.

Davis, que já viveu o professor Filius Flitwick, voltou à série como o goblin Griphook. Cada um dos atores recebeu então um rosto diferente, que exigiu um extenso trabalho de prótese e um time de 170 maquiadores.

Desafio

Em termos de atuação, a atriz Helena Bonham Carter ficou com uma das cenas mais complexas do filme ao interpretar Hermione fingindo ser Bellatrix, através de um feitiço. Watson demonstrou a Carter como faria a cena, como Hermione andaria, falaria e agiria se tivesse se fazendo passar por Bellatrix. A experiente atriz não decepciona e cria uma  mistura perfeita de Hermione e Bellatrix.

Para os fãs assíduos da saga, vale ficar de olho também no embate que se passa na Sala Precisa, onde aparecem objetos que tiveram importância nos filmes anteriores como escrivaninhas, os bancos dos professores, vassouras e peças de xadrez. O longa foi dirigido por David Yates, também responsável por "Harry Potter e a Ordem da Fênix", "Harry Potter e o Enigma do Príncipe" e "Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 1".

"Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2" tem estreia mundial marcada para o dia 15 de julho em 2D, 3D e Imax.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

do UOL
do UOL
do UOL
EFE
UOL Cinema - Imagens
Cinema
Cinema
Cinema
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
do UOL
UOL Cinema - Imagens
EFE
BBC
do UOL
do UOL
AFP
EFE
do UOL
do UOL
do UOL
AFP
AFP
do UOL
AFP
EFE
do UOL
Roberto Sadovski
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
AFP
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Cinema - Imagens
EFE
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo