Cinema

Atualizada em 26.03.2014 18h39

Festival de Sundance 2012, que traz filme brasileiro com Wagner Moura, começa nesta quinta (19)

Aline Arruda/UOL
Os atores Wagner Moura e Mariana Lima em cena do filme "A Cadeira do Pai", de Luciano Moura imagem: Aline Arruda/UOL

Do UOL, em São Paulo

A maior premiação do cinema independente norte-americano e mundial, o Festival de Sundance tem seu início nesta quinta (19) com o filme "A Cadeira do Pai", de Luciano Moura, como o único representante brasileiro na mostra competitiva.

O longa, estrelado por Wagner Moura, versa sobre as relações familiares, fugindo da "tendência" estrangeira de focar em filmes brasileiros com temática social. "Ter sido selecionado para a mostra competitiva de um festival importante como Sundance é motivo de comemoração para todo o nosso cinema. 'A Cadeira Do Pai’ é um filme para adultos, para gente grande, sem concessões baratas para atrair o espectador, mas também sem hermetismos ultrapassados. Esse tem sido o espírito dos principais filmes 'indies' que tenho visto, muitos deles egressos de Sundance", disse o ator.

Veja Wagner Moura em trecho de "A Cadeira do Pai"

O Festival de Sundance foi responsável pela visibilidade internacional de filmes como "Central do Brasil" e "Tropa de Elite 2", e é conhecido por diretores e atores como porta de entrada para distribuidores de grande porte.

Idealizado pelo ator Robert Redford, o festival foi criado para prestigiar ideias e linguagens do cinema independente, mas vem recebendo críticas de ter se tornado um evento comercial por ser um lugar de revelação de talentos para produtores de Hollywood.

John Cooper, diretor do Festival de Sundance, acredita que "os cineastas independentes estão buscando uma vida artística diferente para si". "Eles não são tão rápidos ou talvez nunca queiram passar para um grande filme de Hollywood ou uma situação semelhante. O que muitas pessoas aprenderam e o que está voltando especialmente com os jovens cineastas é que eles querem trabalhar de um modo que fiquem animados e realizados", disse à Reuters.

Conheça os filmes norte-americanos de ficção que concorrem na mostra competitiva:

"Filly Brown" (Youssef Delara e Michael D)
"The First Time" (Jonathan Kasdan)
"For Ellen" (So Yong Kim)
"Hello I Must Be Going" (Todd Louiso)
"Keep The Lights On" (Ira Sachs)
"Luv" (Sheldon Candis)
"Middle Of Nowhere" (Ava Duvernay)
"Nobody Walks" (Ry Russo-Young)
"Safety Not Guaranteed" (Colin Trevorrow)
"Save The Date" (Michael Mohan)
"Simon Killer" (Antonio Campos)
"Smashed" (James Ponsoldt)
"The Surrogate" ( Ben Lewin)

Conheça os filmes estrangeiros de ficção que concorrem na mostra competitiva:

"A Cadeira do Pai" / Brazil (Luciano Moura)
"Violeta Went to Heaven" (Violeta se Fue a Los Cielos) / Chile, Argentina, Brazil, Spain (Andrés Wood)
"Young & Wild" / Chile (Marialy Rivas)
"The Last Elvis" (El Ultimo Elvis) / Argentina (Armando Bo)
"Madrid, 1987" / Spain (David Trueba)
"Gypsy Davy" / Israel, U.S.A., Spain (Rachel Leah Jones)
v"4 Suns" / Czech Republic (Bohdan Slama)
"About The Pink Sky" /Japan (Keiichi Kobayashi)
"Can" / Turkey (Rasit Celikezer)
"L" / Greece (Babis Makridis)
"My Brother The Devil" / U.K. (Sally El Hosaini)
"Teddy Bear" / Denmark (Mads Matthiesen)
"Valley Of Saints" /India/U.S. (Musa Syeed)
"Wish You Were Here" / Australia (Kieran Darcy-Smith)
"Wrong" / France (Quentin Dupieux)

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 
Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Topo