Filmes e séries

Hackers como Lisbeth, de "Millennium", povoam a história do cinema; relembre personagens

Divulgação
Lisbeth Salander, Neo, Lex Murphy... Relembre alguns dos hackers na história do cinema Imagem: Divulgação

Marcus Vinícius Brasil

Do UOL, em São Paulo

28/01/2012 06h00

Eles habitam a imaginação dos roteiristas de cinema há décadas. Jovens desajustados e curiosos, obcecados por tecnologia, capazes de invadir qualquer rede de computadores, seja de um colégio ou do Pentágono. Os hackers da ficção costumam ser, além de brilhantes, atraentes também: você se importaria se uma invasora minimamente parecida com Angelina Jolie lhe roubasse a senha do email? Em 1995, a atual esposa de Brad Pitt atuou em "Hackers - Piratas de Computador".

Na última sexta-feira (27), a estreia de "Millennium - Os Homens que não Amavam as Mulheres", dirigido por David Fincher ("A Rede Social"), levou às telas mais uma personagem do gênero. A cyber-punk Lisbeth Salander (Rooney Mara) usa seu conhecimento em eletrônica para ajudar o jornalista Mikael Blomkvist (Daniel Craig) na busca por um assassino de mulheres.

Além da ficha de Lisbeth, confira abaixo o histórico de outros hackers marcantes na história do cinema:

Lisbeth Salander, interpretada por Rooney Mara em "Millennium - Os Homens que não Amavam as Mulheres" (2012)


Considerada pelo governo sueco socialmente inapta, Lisbeth ganha a vida trabalhando para uma seguradora. na verdade, é paga para bisbilhotar a vida dos outros e criar dossiês sob encomenda. Quando conhece o jornalista Mikael Blomkvist (Daniel Craig), ajuda-o em sua caça a um assassino de mulheres. Para isso, vale invadir e monitorar emails, bancos de dados e manipular câmeras de segurança.

Stanley Jobson, interpretado por Hugh Jackman em "A Senha: Swordfish" (2001)

Jobson encarna o lado mais obscuro da cultura hacker. Preso e condenado por escrever um vírus que atrasou o desenvolvimento de um sistema de rastreamento do FBI, ele vive longe dos computadores. Suas habilidades acabam atraindo a atenção do criminoso Gabriel Shear (John Travolta), que convida Jobson a desenvolver um novo vírus, dessa vez para roubar bilhões de dólares de um fundo secreto do governo.

Neo, interpretado por Keanu Reeves em "Matrix" (1999)

Seu maior feito não foi hackear uma rede do Norad ou do Mossad. Neo hackeou o sistema que faz funcionar aquilo que chamamos de realidade - a Matrix. Pelo menos é assim na trilogia de ficção científica dirigida pelos irmãos Andy e Larry Wachowski. Neo leva uma vida medíocre como programador, até acordar para a realidade: ele vive num programa de computador, responsável por simular tudo aquilo que vê e sente. Depois de despertar, vê-se capaz de moldar essa realidade virtual: distorcer paredes, voar, desviar de balas e até ressuscitar.

Lex Murphy, interpretada por Ariana Richards em "Jurassic Park" (1993)

O que uma jovem loirinha inocente pode fazer contra um bando de dinossauros famintos à solta numa ilha? Lex passa a maior parte dos 127 minutos de filme gritando e fugindo desesperadamente. Mas, para a sorte dos sobreviventes do acidente na Ilha Nublar, seus conhecimentos acabam sendo úteis. Com os sistemas de segurança do parque desativados, e todos seus técnicos mortos, ela é a única capaz de colocar para funcionar as cercas elétricas, luzes, portas e, principalmente, telefones para acionar o resgate.

David Lightman, interpretado por Matthew Broderick em "Jogos de Guerra" (1983)

Inicialmente, suas habilidades no computador são inofensivas e não passam de brincadeiras. Lightman brinca com os computadores da escola, rouba senhas do diretor e impressiona a colega de classe alterando notas baixas de maneira proibida, a partir de um computador em casa. A história fica (bem mais) séria quando Lightman acaba invadindo, sem perceber, um sistema altamente sigiloso do governo americano, responsável pelo controle e monitoramento de mísseis nucleares.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

do UOL
do UOL
Chico Barney
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Roberto Sadovski

Roberto Sadovski

As 25 melhores histórias em quadrinhos da Liga da Justiça

Pincelar as melhores histórias da Liga da Justiça é um trabalho complexo. Não pela falta de qualidade, mas pelo contraste: muita coisa entre os primórdios da equipe e o final dos anos 80 tem mais valor por sua inegável importância histórica do que por seus predicados artísticos. O gibi da Liga, afinal, viveu por anos na sombra da animação Superamigos, e isso deixou o tom das histórias mais ingênuo e infantil até a reformulação pós-Crise nas Infinitas Terras. Mas garimpar todas as fases em décadas de aventuras trouxe boas surpresas e ótimas descobertas - além do perceber que, em boas, mãos, a Liga pode ser incrível! A leitura rendeu algumas conclusões. Primeiro, não há absolutamente nada errado em usar histórias de super-heróis para fazer humor! Segundo, o horrendo período dos Novos 52, que privilegiou forma, ignorou substância e fez um flashback sinistro dos primórdios da Image Comics nos anos 90 (urgh), não foi tão cruel com a Liga. Terceiro, pouca gente escreve e entende os herói tão bem quanto Grant Morrisson e Mark Waid. No mais, a Liga da Justiça, em usas diversas encarnações, ainda é aposta certeira quando o assunto é entretenimento - afinal, só uma equipe criativa muito canhestra poderia melar uma mistura de personagens e personalidades e superpoderes tão diversa e tão bacana! Acredite, se os super-heróis mais lendários do mundo sobreviveram a Extreme Justice, nada é capaz de derrotá-los!

Cinema
Colunas - Flavio Ricco
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Cinema - Imagens
do UOL
Reuters
do UOL
do UOL
do UOL
Reuters
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
TV e Famosos
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Roberto Sadovski
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Reuters
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo