Cinema

Atualizada em 08.02.2012 13h01

Documentário inédito sobre música romântica tem depoimento de Wando; assista ao trailer

Do UOL, em São Paulo

O documentário sobre música romântica "Vou Rifar Meu Coração", de Ana Rieper, ainda inédito nos cinemas, traz um depoimento de Wando sobre a influência de sua vida pessoal em suas músicas. Durante as filmagens, a diretora conta que a equipe de filmagem ficou "apaixonada" pelo cantor, que morreu nesta quarta-feira (8), em decorrência de infarto seguido de uma parada cardíaca.

"Filmamos entrevistas com vários artistas, mas a equipe ficou toda apaixonada pelo Wando. Ele é muito de bem com a vida, muito suave, calmo em suas falas e opiniões", diz Ana. No longa, ele fala sobre a música "moça", que trata de virgindade --um tabu na época em que foi lançada, nos anos 70.

A diretora lamenta que Wando não tenha conseguido ver o filme, que só foi exibido em alguns festivais. Para Ana, Wando é um ícone da música brasileira: "Wando foi um artista muito importante para a música brasileira na medida em que a música dele mobilizou muitas pessoas durante muito tempo, pelo menos 30 anos. Acho que ele foi um ícone."

O filme trata do imaginário romântico, erótico e afetivo brasileiro a partir da obra dos principais nomes da música popular romântica, também conhecida como brega, e deve ser lançado nos cinemas em maio. Além do depoimento de Wando, o longa traz falas de Odair José, Agnaldo Timóteo e Waldick Soriano, dentre outros artistas. Confira o trailer:

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 
Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Topo