Filmes e séries

Atualizada em 10.02.2012 14h43

Sem Tom Hanks e Sandra Bullock, "Tão Forte e Tão Perto" é representado em Berlim por atores com quase 70 anos de diferença

Reuters
O director Stephen Daldry e os atores Thomas Horn e Max Von Sydow apresentam "Tão Forte e Tão Perto" no Festival de Berlim (10/2/12) Imagem: Reuters

Alessandro Giannini

Do UOL, em Berlim

Sem Tom Hanks e Sandra Bullock, "Tão Forte e Tão Perto" foi representado em Berlim pelo diretor Stephen Daldry e pelos atores Thomas Horn e Max von Sydow, com 14 e 82 anos de idade, respectivamente --quase 70 anos de diferença. Os astros americanos não fizeram muita falta, já que sua participação no filme é pequena. Horn e Von Sydow, que contracenam durante a maior parte da ação, fizeram as honras com requintes de sofisticação e inteligência. O longa está previsto para estrear no Brasil no dia 24 de fevereiro.

Inspirado no livro de mesmo nome de Jonathan Safran Foer, o filme acompanha a luta pessoal de Oskar (Horn) para superar o trauma da perda do pai (Hanks), vítima dos ataques às Torres Gêmeas em 11 de setembro de 2001. Sua peregrinação torna-se ainda mais dolorosa quando se percebe que o personagem sofre de uma síndrome que pode ser comparada a uma forma leve de autismo.

Acompanhado por um senhor de idade mudo que supostamente aluga um quarto no apartamento de sua avó, o menino varre a cidade de Nova York em busca de uma pessoa de sobrenome Black que saiba dizer onde a chave que seu pai deixou serve.

Von Sydow é o misterioso personagem que acompanha o menino pela cidade. Ele não fala, só se comunica por meio de mensagens escritas em pequenos blocos de anotações. Uma das razões que fez um dos atores preferidos de Ingmar Bergman aceitar o papel foi o roteiro e o desafio de fazer um personagem diferente do padrão.

"Seres humanos são seres humanos, falem ou não", disse Von Sydow ao ser questionado sobre a natureza do personagem. "Fiquei comovido com o roteiro e isso foi o que me fez aceitar o papel. É muito chato receber convites para fazer sempre os mesmos papéis."

Em seu primeiro grande papel no cinema, Horn contracena com duas grandes estrelas do cinema americano (Hanks e Bullock) e uma lenda do cinema mundial (Von Sydow).  "Eu me diverti muito, principalmente por causa dos outros atores", disse ele. "Poderia ficar intimidado, mas eles sempre me apoiaram e me ajudaram muito."

Escolhido por meio de testes, Horn ficou famoso por ganhar um concurso. Daldry explicou que o menino tem uma formação muito diferente de seu personagem e ficou fascinado com a inteligência e a articulação dele. Famoso pela habilidade com que dirige crianças, o cineasta disse que não tem mágica ou truques para isso. "Não tem nada de complicado, é a mesma coisa que trabalhar com atores adultos", disse ele. "Ensaiamos muito. E posso dizer que ele estava bem preparado".

TRAILER DE "TÃO FORTE E TÃO PERTO"

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
Da Redação
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
do UOL
Roberto Sadovski
Blog do Matias
do UOL
AFP
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Roberto Sadovski
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
EFE
Colunas - Flavio Ricco
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
AFP
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
Cinema
Blog do Nilson Xavier
do UOL
Reuters
EFE
AFP
do UOL
Reuters
do UOL
do UOL
UOL Cinema - Imagens
Da Redação
do UOL
do UOL
UOL Cinema - Imagens
do UOL
Colunas - Flavio Ricco
Roberto Sadovski
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
Topo