Filmes e séries

Marcianos de "John Carter - Entre Dois Mundos" têm idioma fictício; aprenda sons e frases

Divulgação
Cena do filme "John Carter", de Andrew Stanton Imagem: Divulgação

Natalia Engler*

Do UOL, em São Paulo

Em "John Carter - Entre Dois Mundos", o personagem-título (Taylor Kitsch), um veterano da Guerra Civil Norte-Americana, é misteriosamente transportado para o planeta Barsoom (nome que os habitantes dão ao planeta Marte). Lá, ele se vê em meio a outra guerra, entre seres semelhantes aos humanos, que tentam salvar o planeta da destruição, e criaturas sanguinárias de três metros de altura.

MARCIANO DE QUATRO BRAÇOS

  • Divulgação

    Willem Dafoe já interpretou de Jesus Cristo a Duende Verde. Agora, o ator de 56 anos encarna um marciano Thark, de 2,7 metros e quatro braços.


Essas criaturas foram chamadas de Tharks por Edgar Rice Burroughs, autor do livro em que o filme se inspira e criador do personagem Tarzan. Os Tharks são seres esverdeados, com três metros de altura, dois pares de braços e uma língua própria, que teve de ser aprendida pelos atores que representavam os marcianos, como o veterano Willem Dafoe, que contou ao UOL como foi a experiência:

"É sempre interessante aprender algo novo. Eles pegaram esse linguista, muito sério... Só que eu às vezes enlouquecia e fazia brincadeiras aprendendo essa língua inventada. Foi interessante, porque aprender a língua é uma chave de saber como aplicar a voz, e isso impactou a maneira como o personagem falava inglês também".

QUADRO DE PRONÚNCIA DO THARKIANO

chcomo o "r" de carro
ghcomo o "r" de guria na pronúncia do sul do Brasil
thsem equivalente em potuguês; som semelhante ao "th" de thin, em inglês
tjrepresenta o som de "tch" em tchau
xcomo o "x" com som de "cs" de táxi, mesmo no início de uma palavra: xamad ( = csamad), xan ( = csan)
aorepresenta o som "au" como em mau
ayrepresenta o som de "ai" como em cai e vai
eycomo "ei" em feito e direita
 consoantes duplas têm som mais longo: jeddak, lekkad, ebbok, skarrus
 vogais curtas: a, e, i, o, u
 vogais longas: aa, ey, ee, oa, oo


O idioma tharkiano e o sotaque foram desenvolvidos com base nos escritos de Burroughs pelo linguista Paul Frommer, professor da Universidade do Sul da Califórnia. Frommer também desenvolveu o idioma usado pelo povo Na'vi, de "Avatar".

Frommer analisou as 420 palavras inventadas pelo escritor - principalmente nomes de personagens e lugares, mas também medidas, números, nomes de plantas etc. - para reunir todas as combinações de sons que Burroughs usara e tomá-las como base para o idioma do filme. Veja alguns desses sons no quadro ao lado.

O linguista também teve de criar a gramática do tharkiano e, seguindo as descrições de Burroughs, optou por uma estrutura muito simples, sem conjugação verbal, em que as frases seguem a ordem verbo-sujeito-objeto, o que, em português, resultaria em algo como "Vejo eu a casa". Veja mais exemplos no quadro abaixo.

Para ensinar a língua aos atores, foi chamada a treinadora de diálogos Roisin Carty, que trabalhou no desenvolvimento da língua élfica na trilogia "O Senhor dos Anéis". Ela treinou o elenco em grupo e individualmente.

"Willem Dafoe, que interpreta Tars Tarkas, faz a maior parte das cenas falando o idioma thark e aprendeu tudo muito bem. Nós passávamos as cenas falando em thark um com o outro e realmente começamos a nos comunicar naquele idioma. Foi incrível. É o sinal de um bom ator!", elogia Carty.

* Com informações de Mariane Morisawa, de São Francisco.

EXEMPLOS DE FRASES NO IDIOMA THARKIANO

Português:Você não será um imperador hoje, Tal Hajus. Tente amanhã.
Thark:Tet pa Jeddak kwa pej, Tal Hajus. Daziv kirep.
 (Não ser você imperador hoje, Tal Hajus. Tentar amanhã.)
Português:Veja o prêmio que seu imperador encontrou.
Thark:Klool ey vaasor wi jakra nun Jeddak ba.
 (Ver o prêmio encontrar imperador seu.)
Português:Não! É um raro e valioso animal! Seu nome é... Virginia!
Thark:Tet! Nu gahor taong adwam. Eltis nu... Virginia!
 (Não! É animal raro valioso. Nome seu... Virginia!)
  • Obs.: as sílabas em itálico são enfatizadas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
EFE
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Jogos
Reuters
do UOL
EFE
do UOL
do UOL
AFP
Reuters
do UOL
Reuters
do UOL
Da Redação
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
do UOL
Roberto Sadovski
Blog do Matias
do UOL
AFP
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Roberto Sadovski
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
EFE
Colunas - Flavio Ricco
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
AFP
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
Cinema
Blog do Nilson Xavier
do UOL
Reuters
EFE
AFP
Topo