Filmes e séries

Atualizada em 09.04.2012 20h33

Expulso de "Grey's Anatomy", ator vem ao Brasil lançar filme sobre fenômenos extraterrestres

Amauri Nehn/AgNews
O ator Isaiah Washington é fotografado durante entrevistas sobre o lançamento do filme "Área Q" (9/4/2012) Imagem: Amauri Nehn/AgNews

Ana Okada

Do UOL, em São Paulo

Conhecido por ter interpretado o Dr. Burke no seriado "Grey's Anatomy" entre 2005 e 2007, Isaiah Washington está no país para lançar a co-produção entre Brasil e Estados Unidos "Área Q", dirigida por Gerson Sanginito. Em 2007, Washington saiu do programa depois de ter proferido comentários homofóbicos.

Sobre o episódio, ele diz que não pensa mais sobre isso e que nem pretende voltar à TV. "Foi um trabalho que fiz há 5 anos, já estive em diversos filmes nesse meio tempo. Foi ótimo quando trabalhei lá, mas não pensei mais sobre isso. Desejo o melhor a todos eles. E eu estou muito bem agora, estou no Brasil", contou, durante entrevista sobre o filme, que estreia nesta sexta-feira (13).

Washington faz um jornalista cujo filho desaparece sob circunstâncias misteriosas. Endividado e sem esperanças, ele resolve ir ao Brasil para fazer uma reportagem sobre fenômenos extraterrestres que ocorrem na região das cidades de Quixadá e Quixeramobim, no Ceará. Lá, ele fará descobertas sobre o assunto de sua reportagem e sobre o desaparecimento de seu filho.

O ator diz que escolheu o filme depois que leu o roteiro para seus filhos, que gostaram muito da história: "Meus filhos influenciaram bastante em minha decisão, eles queriam ser o meu filho no filme. Já fiz muitos filmes de ação, dramas, programas de TV, e agora quero estar num filme independente que intrigue tanto crianças quanto adultos".

Se avexe, não

Ele conta que foi "forçado" a aprender um pouco de português durante as filmagens, já que pouquíssimas pessoas falavam inglês no sertão nordestino. "Os locais não falavam inglês, então eu tentava me comunicar, apontava para as coisas e falávamos. Eu tinha que me esforçar, afinal, aqui é o país deles". "Quando não conseguíamos conversar eles me falavam 'se avexe, não'", diz, com uma pronuncia quase perfeita.

Isaiah ficou surpreso pelo fato de as pessoas de Quixadá o terem reconhecido. "Todos me conheciam, às vezes estava no meio do deserto e vinha alguém e dizia 'Dr. Burke' e eu pensava 'Uau, me reconheceram no meio de Quixadá'... Você vê o poder da TV, quando é bem feita."

Houve, porém, quem pensou que ele era Eddie Murphy: "Estava andando na rua e alguém gritou 'Eddie Murphy!' de um carro... Ele quase bateu o carro."

TRAILER DE "ÁREA Q"

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
Roberto Sadovski
do UOL
do UOL
do UOL
Erratas
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Barcinski
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
AFP
Colunas - Flavio Ricco
do UOL
Cinema
do UOL
EFE
do UOL
Da Redação
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
Roberto Sadovski
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
Cinema
do UOL
EFE
Reuters
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
Reuters
do UOL
UOL Cinema - Imagens
Roberto Sadovski
do UOL
do UOL
Cinema
do UOL
Ansa
do UOL
do UOL
do UOL
Topo