Filmes e séries

Bertolucci retrata adolescência em filme que faz parte de festival de cinema italiano, em SP

Divulgação
Cena do filme "Eu e Você", de Bernardo Bertolucci Imagem: Divulgação

Mariane Zendron

Do UOL, em São Paulo

27/11/2012 16h16

Nove anos depois de “Os Sonhadores” (2003), Bernardo Bertolucci volta a explorar o universo juvenil no filme “Eu e Você”, que será exibido no 8º Festival de Cinema Italiano nos dias 7, 8, 10 e 12 de dezembro, em São Paulo. Veja programação completa.

Com o filme, o diretor também voltou a dirigir uma produção inteiramente falada em italiano, sua língua natal. No festival de Cannes deste ano, Bertolucci disse que tinha medo de filmar em italiano por considerar a língua muito literária. “O aspecto mais frágil dos filmes de Antonioni, por exemplo, são os diálogos. Admiro as falas dos filmes americanos, são simples e eficazes”.

Em “Eu e Você”, Jacopo Olmo Antinori vive o jovem Lorenzo que com 14 anos e muitas espinhas não se dá bem com seus colegas de escola e prefere ficar na companhia de seu iPod, com músicas de David Bowie e The Cure, e sua criação de formigas. Quando toda a turma da escola se prepara para uma excursão, Lorenzo vê a oportunidade de passar uma semana sozinho no porão do prédio onde mora. Para isso, o garoto mente para a mãe, dizendo que também vai viajar.

No entanto, a meia-irmã Olivia, de 25 anos, vivida pela bela Tea Falco, descobre o esconderijo do jovem e decide ficar com ele durante o período. O garoto se revolta, mas vendo que a irmã não tem para onde ir, acaba cedendo. Viciada em heroína e passando por uma forte crise de abstinência, Olivia é responsável por tirar o menino de seu mundo infantil.

Obrigados a conviver no cubículo, os dois começam a ensinar coisas um para outro. Olivia conta para Lorenzo conflitos envolvendo a família que ele nunca teve interesse em saber. Já Lorenzo, com jeito metódico, mostra para a menina que ela precisa cuidar mais de si.

De maneira bem mais sutil do que em outros filmes do diretor, a sexualidade dos personagens é novamente explorada. Tímido e na puberdade, o menino consegue ensaiar com a irmã um jogo de conquista e troca de olhares. Apesar da pouca idade, os dois protagonistas conquistam não só um ao outro, como o público, em um dos filmes mais intimistas de Bertolucci.

Esse e outros filmes do cinema italiano contemporâneo poderão ser vistos no Cinemark, Cine Sabesp, no Museu da Imagem e do Som (MIS) e na FAAP. O festival exibe também filmes da carreira do ator Giancarlo Giannini, que participou de um bate-papo com imprensa e público, na abertura do evento, nesta segunda-feira (26).

Assista ao trailer do filme:

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
EFE
do UOL
Colunas - Flavio Ricco
do UOL
do UOL
Da Redação
do UOL
do UOL
Cinema
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
do UOL
do UOL
Reuters
Roberto Sadovski
do UOL
Cinema
EFE
do UOL
UOL Jogos
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Colunas - Flavio Ricco
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
Cinema
do UOL
do UOL
Roberto Sadovski
UOL Entretenimento
do UOL
UOL Jogos
Cinema
EFE
do UOL
UOL Cinema - Imagens
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
Topo