PUBLICIDADE
Topo

"Os Miseráveis" e "Homeland" foram os grandes vencedores do Globo de Ouro 2013

13.jan.2013 - O elenco e a equipe de produção de "Homeland" no Globo de Ouro 2013 - Lucy Nicholson/Reuters
13.jan.2013 - O elenco e a equipe de produção de "Homeland" no Globo de Ouro 2013 Imagem: Lucy Nicholson/Reuters

Do UOL, em São Paulo

13/01/2013 23h10Atualizada em 14/01/2013 04h22

Sem surpresas, a 70ª cerimônia de entrega do Globo de Ouro coroou o musical "Os Miseráveis", dirigido por Tom Hooper, e a série de TV "Homeland". As duas produções foram os grandes vencedores na noite deste domingo (13), com três estatuetas cada. Já a superprodução "Lincoln", de Steven Spielberg, só recebeu apenas um prêmio -- pela atuação de Daniel Day-Lewis como o presidente Abraham Lincoln -- dos sete que disputou. A minissérie "Virada no Jogo" também arrematou três estatuetas (veja a lista completa no pé da página).

O principal prêmio da noite, a escolha do melhor filme dramático, ficou com a história baseada em fatos reais de "Argo". O drama do resgate de seis diplomatas norte-americanos presos na embaixada canadense no Irã pós-revolução de 1979 desbancou "Lincoln", longa que era apontado como favorito na noite (veja imagens da premiação)

A vitória de "Argo" foi uma surpresa isolada em meio ao anúncio de prêmios já aguardados. Além de Daniel Day-Lewis, a categoria de drama em cinema também reservou um prêmio para Jessica Chastain, que interpretou uma agente da CIA envolvida na caçada norte-americana a Osama Bin Laden -- a história foi retratada no longa "A Hora Mais Escura", de Kathryn Bigelow. Ela desbancou as atrizes Marion Cottilard ("Ferrugem e Osso"), Helen Mirren ("Hitchcock"), Naomi Watts ("O Impossível") e Rachel Weisz ("The Deep Blue Sea").

Três prêmios cada

O longa "Os Miseráveis" rendeu prêmios nas categorias de melhor ator e atriz, além de ter sido coroado como melhor filme entre as comédias e musicais em disputa na noite. Anne Hathaway e Hugh Jackman venceram em suas categorias, desbancando os artistas de outros filmes do ramo, especialmente "O Lado Bom da Vida", de David O. Russell (veja como foi a cobertura ao vivo).

Já a série "Homeland", criada a partir de uma produção israelense e estrelada por Claire Danes e Damian Lewis, apenas confirmou o favoritismo nas categorias dramáticas que concorreu. Claire e Lewis foram agraciados pela Associação dos Correspondentes Estrangeiros de Hollywood e o seriado, apresentado no Brasil pelo canal FX, também foi o vencedor na categoria de melhor série de TV. Entre os concorrentes, foram desbancados produções consagradas como "Boardwalk Empire" e "Breaking Bad".

Lena Dunham

A carismática Lena Dunham -- diretora, roteirista, produtora executiva e atriz da série "Girls" -- foi outra vitorioso na 70ª edição da premiação. Derrotando as veteranas Tina Fey e Amy Poehler -- que não perderam a oportunidade de tirar sarro da situação -- na disputa de melhor atriz em série cômica, Dunham viu sua série ser coroada como a melhor de 2012, derrotando produções como "Modern Family" e "The Big Bang Theory".

Com nova temporada prevista para ser lançada na próxima semana no Brasil, "Girls" narra a história de quatro garotas recém-saídas da faculdade em Nova York, enfrentando dilemas típicos do início da vida adulta: falta de dinheiro, relacionamentos amorosos complicados e amizades conturbadas. Lena Dunham, uma desconhecida até a produção do filme "Tiny Furniture" (2010), começa o ano de 2013 sendo reconhecida pelo trabalho e desponta como uma possível nova "queridinha da América" -- apesar do sobrepeso e das tatuagens duvidosas.

"Argo"

Dirigido e atuado por Ben Affleck, o longa pode ser considerado como um dos vitoriosos da noite, já que venceu duas das principais categorias da cerimônia. Além do prêmio principal, a produção também arrematou o prêmio de melhor direção, entre a Affleck.

Durante a transmissão, o inspirador da história narrada no filme, o ex-agente da CIA Tony Mendez, apresentou o longa à plateia. O filme narra o resgate de seis funcionários da embaixada norte-americana em Teerã, que se isolaram na representação canadense no país pouco depois da Revolução Islâmica de 1979.

Ao desbancar nomes como Steven Spielberg ("Lincoln") e Quentin Tarantino ("Django Livre"), Affleck agradeceu ao elenco do filme, além de Chris Terrio, o roteirista do longa. Ainda sobrou agradecimentos para a esposa Jennifer Garder, a estrela da série "Alias".

VEJA TRAILER LEGENDADO DE "ARGO", DIRIGIDO POR BEN AFFLECK

Jodie Foster é homenageada

A atriz Jodie Foster, estrela de filmes como "Silêncio dos Inocentes" e "Contato", recebeu o prêmio Cecil B. DeMille pelo conjunto de sua obra. A honraria, entregue a pessoas que contribuíram à indústria do entretenimento, foi apresentada por Robert Downey Jr. Além de ser diretora, Foster já recebeu dois Oscar de melhor atriz pelos filmes "Acusados" (1988) e "O Silêncio dos Inocentes" (1991).

No palco, Jodie fez um longo discurso, cheio de piadinhas e pequenas críticas ao mundo das celebridades. No final, mais emotiva, a atriz de 50 anos. "Vou continuar a contar história, a comover pessoas, ser comovida. É a melhor coisa do mundo", disse. "Quero ser vista, ser compreendida e não ser tão solitária."

  • Jodie Foster na 70ª cerimônia de entrega do Globo de Ouro com o prêmio Cecil B. DeMille

"Virada no Jogo"

Menos baladada do que outras produções na categoria de minissérie ou filme para TV, a produção "Virada no Jogo" serviu para coroar as atuações de Julianne Moore e Ed Harris, melhores atriz e ator coadjuvante na categoria, e ainda foi lembrada pelo júri da premiação como melhor produção no ramo em 2012.

Ainda entre as minisséries, o astro Kevin Costner venceu na categoria de melhor ator pelo trabalho em "Hatfields & McCoys". Em seu discurso o ator lembrou a primeira vez em que participou de uma entrega do Globo de Ouro, quando ninguém o conhecia. "Foi uma longa jornada até aqui!", celebrou. Na categoria melhor atriz coadjuvante, a premiada foi Maggie Smith, de "Downton Abbey".

  • Adele no tapete vermelho do Globo de Ouro 2013

Músicas

Jennifer Lopez e Jason Statham anunciaram e entregaram o prêmio de melhor trilha sonora para Mychael Danna por seu trabalho em "As Aventuras de Pi".

O prêmio de melhor canção original foi para Adele, por sua interpretação da música-tema de "007: Operação Skyfall". A cantora, famosa por seus discursos, foi uma das mais entusiasmadas no palco do hotel Beverly Hilton, em Los Angeles, tanto que trocou de estúdio nos seus agradecimentos - mencionou a Sony, que distribui o filme internacionalmente, no lugar da MGM, que o produziu.

Bill Clinton

O ex-presidente norte-americano BIll Clinton também compareceu à cerimônia para apresentar o filme "Lincoln", sobre o seu antecessor distante no principal cargo executivo dos Estados Unidos. Clinton foi muito aplaudido pelo público presente e recebeu o seguinte comentário da apresentadora Amy Poehler. "Vejam, o marido de Hillary Clinton esteve aqui!".

Demais prêmios

A categoria de melhor animação premiou o longa "Valente", da Disney, que derrotou fortes concorrentes como "Detona Ralph", "A Origem dos Guardiões" e "Hotel Transilvânia". O filme sobre uma garota escocesa em busca de sua maturidade também derrotou o retorno de Tim Burton ao universo do stop-motion: "Frankenweenie".

VEJA TRAILER DUBLADO DA ANIMAÇÃO "VALENTE"

Já a dupla de filmes de ação Arnold Schwarzenegger e Sylvester Stallone apresentou o prêmio de melhor filme estrangeiro, entregue ao austríaco "Amor", de Michael Haneke ("Caché", "A Fita Branca").

O ator Don Cheadle foi escolhido como o melhor ator de série de TV entre as atrações musicais ou de comédia por sua atuação em "House of Lies".

Quentin Tarantino foi lembrado ao receber o prêmio de melhor roteiro em cinema por "Django Livre", entregue por Robert Pattinson e Amanda Seyfried. A paródia sobre o período escravocrata norte-americano também rendeu um prêmio de ator coadjuvante, entregue a Christoph Waltz.

Jennifer Lawrence recebeu o prêmio de melhor atriz de comédia ou musical por sua atuação em "O Lado Bom da Vida", no qual ela faz o par romântico de Bradley Cooper, a quem agradeceu e com quem fez uma piada no seu discurso de aceitaçãodo Globo de Ouro. "Venci a Meryl Streep", comemorou a atriz. O prêmio foi entregue por Will Ferrell e Kristen Wiig.

Veja a lista dos indicados nas categorias de cinema:

MELHOR FILME DE DRAMA

"Argo" - VENCEDOR
"Django Livre"
"As Aventuras de Pi"
"Lincoln"
"A Hora Mais Escura"

MELHOR DIRETOR

Ben Affleck ("Argo") - VENCEDOR
Kathryn Bigelow ("A Hora Mais Escura")
Ang Lee ("As Aventuras de Pi")
Steven Spielberg ("Lincoln")
Quentin Tarantino ("Django Livre")

MELHOR FILME DE COMÉDIA OU MUSICAL

"Os Miseráveis" - VENCEDOR
"O Exótico Hotel Marigold"
"Moonrise Kingdom"
"Amor Impossível"
"O Lado Bom da Vida"

MELHOR ATOR EM DRAMA

Daniel Day Lewis ("Lincoln") - VENCEDOR
Richard Gere ("A Negociação")
John Hawkes ("As Sessões")
Joaquin Phoenix ("O Mestre")
Denzel Washington ("O Voo")

MELHOR ATRIZ EM DRAMA

Jessica Chastain ("A Hora Mais Escura") - VENCEDORA
Marion Cottilard ("Ferrugem e Osso")
Helen Mirren ("Hitchcock")
Naomi Watts ("O Impossível")
Rachel Weisz ("The Deep Blue Sea")

MELHOR ATOR DE FILME DE COMÉDIA OU MUSICAL

Hugh Jackman ("Os Miseráveis") - VENCEDOR
Jack Black - "Bernie"
Bradley Cooper - "O Lado Bom da Vida"
Ewan McGregor - "Amor Impossível"
Bill Murray - "Hyde Park on Hudson"

MELHOR ATRIZ EM COMÉDIA OU MUSICAL

Jennifer Lawrence ("O Lado Bom da Vida") - VENCEDORA
Emily Blunt ("Amor Impossível")
Judi Dench ("O Exótico Hotel Marigold")
Maggie Smith ("Quartet")
Meryl Streep ("Um Divã para Dois")

MELHOR ATOR COADJUVANTE

Christoph Waltz ("Django Livre") - VENCEDOR
Alan Arkin ("Argo")
Leonardo DiCaprio ("Django Livre")
Philip Seymour Hoffman ("O Mestre")
Tommy Lee Jones ("Lincoln")

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

Anne Hathaway ("Os Miseráveis") - VENCEDORA
Amy Adams ("O Mestre")
Sally Field ("Lincoln")
Helen Hunt ("As Sessões")
Nicole Kidman ("The Paperboy")

MELHOR ROTEIRO

Quentin Tarantino ("Django Livre") - VENCEDOR
Chris Terrio - "Argo"
Mark Boal - "A Hora Mais Escura"
Tony Kushner - "Lincoln"
David O. Russell - "O Lado Bom da Vida"

MELHOR FILME ESTRANGEIRO

"Amour" - VENCEDOR
"Intocáveis"
"Ferrugem e Osso"
"A Royal Affair"
"Kon-Tiki"

MELHOR FILME DE ANIMAÇÃO

"Valente" - VENCEDOR
"A Origem dos Guardiões"
"Frankenweenie"
"Hotel Transilvânia"
"Detona Ralph"

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL EM UM FILME

"Skyfall" ("007: Operação Skyfall") - VENCEDOR (INTÉRPRETE: ADELE)
"For You" ("Ato de Valor")
"Not Running Anymore" ("Stand Up Guys")
"Safe & Sound" ("Jogos Vorazes")
"Suddenly" ("Os Miseráveis")

MELHOR TRILHA SONORA

“As Aventuras de Pi" (Mychael Danna) - VENCEDOR
“Argo” (Alexandre Desplat)
“Anna Karenina” (Dario Marianelli)
"A Viagem" (Tom Tykwer, Johnny Klimek, Reinhold Heil)
“Lincoln” (John Williams)


Veja a lista de indicados nas categorias de TV

MELHOR SÉRIE DE TV - DRAMA

"Homeland" - VENCEDOR
"Breaking Bad"
"Boardwalk Empire"
"Downton Abbey"
"The Newsroom"

MELHOR ATOR EM SÉRIE DE TV - DRAMA

Damian Lewis ("Homeland") - VENCEDOR
Steve Buscemi - "Boardwalk Empire"
Bryan Cranston - "Breaking Bad"
Jeff Daniels - "The Newsroom"
Jon Hamm - "Mad Men"

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DE TV - DRAMA

Claire Danes ("Homeland") - VENCEDORA
Connie Britton ("Nashville")
Glenn Close ("Damages")
Michelle Dockery ("Downton Abbey")
Julianna Margulies ("The Good Wife")

MELHOR SÉRIE DE TV - MUSICAL OU COMÉDIA

"Girls" - VENCEDORA
"The Big Bang Theory"
"Episodes"
"Modern Family"
"Smash"

MELHOR MINISSÉRIE OU FILME PARA TV

"Virada no Jogo" - VENCEDOR
"The Girl"
"Hatfields & McCoys"
"The Hour"
"Political Animals"
 

MELHOR ATOR EM SÉRIE DE TV - MUSICAL E COMÉDIA

Don Cheadle ("House of Lies") - VENCEDOR
Alec Baldwin ("30 Rock")
Louis CK ("Louie")
Matt LeBlanc ("Episodes")
Jim Parsons ("The Big Bang Theory")

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DE TV - MUSICAL OU COMÉDIA

Lena Dunham ("Girls") - VENCEDORA
Zooey Deschanel ("New Girl")
Julia Louis-Dreyfus ("Veep")
Tina Fey ("30 Rock")
Amy Poehler ("Parks and Recreation")

MELHOR ATOR EM MINISSÉRIE OU FILME PARA TV

Kevin Costner ("Hatfields & McCoys") - VENCEDOR
Benedict Cumberbatch ("Sherlock")
Woody Harrelson ("Virada no Jogo")
Toby Jones ("The Girl")
Clive Owen ("Hemingway & Gellhorn")

MELHOR ATRIZ EM MINISSÉRIE OU FILME PARA TV

Julianne Moore ("Virada no Jogo") - VENCEDORA
Nicole Kidman ("Hemingway & Gellhorn")
Jessica Lang ("American Horror Story: Asylum")
Sienna Miller ("The Girl")
Sigourney Weaver ("Political Animals")

MELHOR ATOR COADJUVANTE EM MINISSÉRIE OU FILME PARA TV

Ed Harris ("Virada no Jogo") - VENCEDOR
Max Greenfield ("New Girl")
Danny Huston ("Magic City")
Eric Stonestreet ("Modern Family")
Mandy Patinkin ("Homeland")

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE EM MINISSÉRIE OU FILME PARA TV

Maggie Smith - "Downton Abbey" - VENCEDORA
Hayden Panettiere - "Nashville"
Archie Panjabi - "The Good Wife"
Sarah Paulson - "Virada no Jogo"
Sofia Vergara - "Modern Family"