Topo

Filmes e séries


Polanski e Soderbergh disputam Palma de Ouro em Cannes; veja lista da mostra competitiva

Thiago Stivaletti

Do UOL, em São Paulo

18/04/2013 06h41Atualizada em 26/04/2013 13h49

Roman Polanski, Steven Soderbergh e os irmãos Coen estão entre os 20 diretores que vão competir pela Palma de Ouro no Festival de Cannes, que acontece de 15 a 26 de maio na Riviera Francesa. O anúncio foi feito na manhã desta quinta (18) pelos organizadores do festival.

A lista inclui ainda Alexander Payne, diretor de “Os Descendentes”, que compete com o novo “Nebraska”; e Nicolas Winding Refn, premiado no festival com o cultuado “Drive”, que retorna com “Only God Forgives”, policial rodado em Bangkok e estrelado por Ryan Gosling. O iraniano Asghar Farhadi, Oscar de melhor filme estrangeiro por “A Separação”, compete com “Le Passé” (O Passado), rodado na França.

Os irmãos Coen apresentam “Inside Llewyn Davis”, retrato de um músico folk na Nova York dos anos 60 estrelado por Justin Timberlake, Carey Mulligan (“Shame”) e John Goodman. Soderbergh estreia no festival “Behind the Candelabra”, filme feito para o canal HBO sobre a vida do compositor americano Liberace (1919-87), com Michael Douglas e Matt Damon em personagens com muita purpurina. Polanski compete com “Venus in Fur”, sobre uma atriz que tenta convencer um diretor a dar-lhe um papel.

Os americanos bateram recorde de indicações, com cinco filmes na lista. Mas a relação também inclui cineastas de prestígio de todas partes do mundo, como o chinês Jia Zhang-ke (com “A Touch of Sin”), o japonês Hirokazu Kore-Eda (com “Like Father, Like Son”) e os franceses François Ozon (“Jeune et Jolie”) e Arnaud Desplechin (“Jimmy P.”).

  • O diretor geral do Festival de Cannes, Thierry Frémaux (E), e Gilles Jacob anunciam filmes da mostra competitiva

Na competição, o único representante da América Latina é o mexicano “Heli”, de Amat Escalante, sobre tráfico de drogas e corrupção policial na cidade de Guanajuato. Não há filmes brasileiros na seleção oficial.

A lista deixou de fora outros grandes nomes esperados, como Woody Allen (com o novo “Blue Jasmine”), Terrence Malick (com “Knight of Cups”), o francês Jean Luc-Godard (“Adeus à Linguagem”) e o dinamarquês Lars Von Trier, cuja polêmica em torno das ironias de teor nazista na entrevista coletiva de “Melancolia” já foram superadas pelo festival, mas que não teria terminado a tempo as mais de quatro horas de seu novo filme, “Nynphomaniac”.

  • Cartaz do Festival de Cannes

Tapete vermelho
Para além dos grandes diretores, Cannes faz questão de abrir seu tapete vermelho para as estrelas de Hollywood e da Europa – mas elas aparecem em menor número este ano. Ryan Gosling retorna com “Only God Forgives”, mas quem mais deve causar burburinho no festival é Emma Watson, a Hermione de “Harry Potter” – rumores dão conta de que ela tem cenas quentes no novo filme de Sofia Coppola, “The Bling Ring: A Gangue de Hollywood”, história real de jovens que roubavam mansões de estrelas em Los Angeles. O filme abre a mostra Um Certain Regard.

O galã James Franco (“Homem Aranha”, “Oz – Mágico e Poderoso”) passará pelo tapete desta vez como diretor, com seu novo filme “As I Lay Dying”. Indicado ao Oscar deste ano por “O Mestre”, Joaquin Phoenix vai à Croisette defender “The Immigrant”, de James Gray – filme que traz ainda a francesa Marion Cotillard (“Piaf”) e Jeremy Renner (“Guerra ao Terror”). Além dos já citados Michael Douglas, Matt Damon e Justin Timberlake.

Leonardo DiCaprio, Tobey Maguire (“Homem Aranha”) e Carey Mulligan são os primeiros a passar pelo tapete no dia 15 com o filme de abertura, “O Grande Gatsby”, em 3D.

O júri oficial que decidirá a Palma de Ouro e outros prêmios será presidido por Steven Spielberg – mas os outros membros do júri ainda não foram anunciados. O cineasta ocupará o lugar que foi destinado a Nanni Moretti em 2012, Robert De Niro em 2011, Tim Burton em 2010 e Sean Penn em 2008.

O cartaz oficial da 66ª edição traz um beijo e abraço entre os astros Paul Newman e Joanne Woodward. O festival será realizado entre os dias 15 e 26 de maio.

Filmes da mostra competitiva
"Only God Forgives", de Nicolas Winding Refn
"Borgman", de Alex Van Warmerdan
"Behind the Candelabra", de Steven Soderbergh
"La Grande Bellezza", de Paolo Sorrentino
"Jeune et Jolie", de François Ozon
"Nebraska", de Alexander Payne
"La Venus a la Fourrure", de Roman Polanski
"Soshite Chichi ni Naru", de Kore-Eda Hirokazu
"La Vie D'Adele", de Abdellatif Kechiche
"Wara No Tate", de Takashi Miike
"Le Passe", de Asghar Farhadi
"The Immigrant", de James Gray
"Grisgris", de Mahamat-Saleh Haroun
"Tian Zhu Ding", de Jia Zhangke
"Inside Llewyn Davis", de Ethan Coen, Joel Coen
"Michael Kohlhaas", de Arnaud Des Pallieres
"Jimmy P.", de Arnaud Desplechin
"Heli", de Amat Escalante
"Un Chateau en Italie", de Valeria Bruni-Tedeschi
"Only Lovers Left Alive", do diretor Jim Jarmusch (incluído na lista em 26/4)

Seleção Un Certain Regard
"Omar", de Hany Abu-Assad
"Death March", de Adolfo Alix Jr.
"Fruitvale Station", de Ryan Coogler
"Les Salauds", de Claire Denis
"Norte, Hangganan NG Kasaysayan", de Lav Diaz
"As I Lay Dying", de James Franco
"Miele", de Valeria Golino
"L'inconnu du Lac", de Alain Guiraudie
"Bends", de Flora Lau
"L'Image Manquante", de Rithy Panh
"La Jaula de Oro", de Diego Quemada-Diez
"Anonymous", de Mohammad Rasoulof
"Sarah Préferè La Course", de Chloé Robichaud
"Grand Central", de Rebecca Zlotowski
"My Sweet Pepperland", de Hiner Saleem (incluído na lista em 26/4)
"Tore Tanzt", de Katrin Gebbe (incluído na lista em 26/4)
"Wakolda", de Lucia Puenzo (incluído na lista em 26/4)

Séance de minuit
"Monsoon Shootout", d Amit Kumar
"Blind Detective", de Jeohnnie To

Homenagem a Jerry Lewis
"Max Rose", de Daniel Noah

Sessão especial
"Muhammad Ali's Greatest Flight", de Stephen Frears
"Stop Top The Pounding Heart", de Roberto Minervini
"Week End of a Champion", de Roman Polanski
"Seduced and Abandoned", de James Toback
"Otdat Konci", de Taisia Igumentseva

Mostra de curta-metragens

Os curtas selecionados competem por dois prêmios: a Palma de Ouro de curtas-metragens e o prêmio Cinefondation, do qual participam trabalhos de estudantes de cinema de todo o mundo ((veja a lista completa abaixo).

Os nove curtas que disputam a Palma de Ouro foram selecionados entre 3.500 inscrições e incluem produções do Irã, Islândia e Japão, entre outros. Já a Seleção Cinefondation escolheu 18 produções entre 1.550 inscrições de 277 escolas de cinema. O Brasil ficou de fora das duas seleções.

Seleção oficial
“More Than Two Hours” (Irã)
“Whale Valley” (Islândia, Dinamarca)
“The Metorite and Impotence” (Japão)
“Mont Blanc” (Bélgica)
“Olena” (Polônia)
“Ophelia” (França)
“Safe” (Coreia do Sul)
“37º 4 S” (França)
“Condom Lead” (Palestina)

Cinefondation

“The Norm of Life” (Rússia)
“The Magnificent Lion Boy” (Reino Unido)
“Ham Story” (República Tcheca)
“Duet” (Irã)
“Babaga” (Israel)
“Needle” (USA)
“Waiting for the Thaw” (Bélgica)
“Fable of a Blood Drained Girl” (México)
“Stepsister” (EUA)
“After the Winter” (França)
“In the Fishbowl” (Romênia)
“The Line” (Coreia do Sul)
“Asuncion” (Chile)
“Going South” (EUA)
“Dance Macabre” (Polônia)
“Tomorrow All The Things” (Argentina)
"Exile” (França)

Filmes e séries