Cinema

Filme sobre tornado de tubarões ganhará sequência em 2014

Do UOL, em São Paulo

"Sharknado", filme muito comentado nas redes sociais após ser exibido no canal norte-americano SyFy, ganhará uma sequência, informou o site da revista "Variety". A produção será feita pelo próprio Syfy, canal de terror e fantasia, e a intenção é estrear o filme no ano que vem.

"De vez em quando, acontece uma tempestade perfeita na televisão. Os fãs clamam por uma sequência ou talvez uma prequela. O que podemos garantir é que 'Sharknado 2' será muito divertido", disse Thomas Vitale, diretor de programação do canal.

Mistura de "Twister" com "Tubarão", em um nível absurdo de incoerência e com uma aura de filme B, "Sharknado" devastou também o Twitter quando foi ao ar na TV dos Estados Unidos no dia 11 de julho.

De acordo com o site "Trendrr", foram 5 mil tweets sobre o filme por minuto. Mobilização de causar inveja a qualquer blockbuster, embora a audiência na TV não tenha seguido a quantidade de compartilhamentos que o pôster e o trailer do filme receberam durante a semana.

A atriz Mia Farrow, de filmes como "A Rosa Púrpura do Cairo" e "O Bebê de Rosemary", disse ter acompanhado o telefilme. "Amanhã vou conseguir uma serra-elétrica", disse ela, em referência à já "clássica" imagem de um personagem usando uma serra-elétrica para se defender dos tubarões. O roteirista de "Lost" e "Prometheus", Damon Lindelof, entrou na brincadeira: "Eu vou escrever a sequência de 'Sharknado' e eu vou fazer isso antes de 'Sharknado' acabar", escreveu. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 
Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Topo