Filmes e séries

Após disputa de estúdios, filme com Forest Whitaker como mordomo da Casa Branca ganha novo pôster

Divulgação
Poster do filme "Lee Daniels' The Butler" Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

23/07/2013 17h11

Após a disputa envolvendo a The Weinstein Company, produtora independente dos Estados Unidos, e a Warner Bros., gigante da indústria do entretenimento, o filme do diretor Lee Daniels com Forest Whitaker e Oprah Winfrey sobre um mordomo negro que serviu oito presidentes americanos na Casa Branca ganhou novo nome e cartaz. O longa, que vinha sendo chamado de “The Butler” (o mordomo, em tradução livre), chegará aos cinemas dos Estados Unidos no próximo dia 16 de agosto com o título “Lee Daniels’ The Butler” (o mordomo de Lee Daniels, em tradução livre). As informações são do site Deadline Hollywood.

A Warner tentava impedir o uso de “The Butler”, afirmando que um curta-metragem de 1917, sobre o qual tem os direitos, tinha o mesmo título. Inicialmente, a MPAA (Motion Picture Association of America), associação dos grandes estúdios de cinema dos Estados Unidos, barrou o uso do nome pelo filme de Daniels, mas depois o liberou com ressalvas.

De acordo com a última decisão, a Weinstein pode usar a palavra “butler” (mordomo), mas o nome do diretor tem que aparecer nos materiais de divulgação com uma fonte de tamanho 75% maior que o do vocábulo contestado.

Embora a legislação americana não preveja o registro de títulos de obras de arte para uso com exclusividade, os principais estúdios americanos – incluindo Weinstein e Warner – são signatários de um acordo mediado pela MPAA para impedir que um filme seja confundido com outro pelo público.

Em carta ao CEO da Warner, Kevin Tsujihara, com outros cinco executivos do alto escalão da companhia copiados, Daniels, indicado ao Oscar de melhor diretor em 2010 por “Preciosa - Uma História de Esperança”, implorou para que o nome do filme não tivesse que ser trocado.

Com o apoio de nomes de peso da comunidade negra americana, como Whitaker, Oprah – que vive a mulher do mordomo no filme –, David Oyelowo e Cuba Gooding Jr., Daniels disse que todos envolvidos com o filme trabalharam por "quase nada" para que "a história pudesse ser contada com um orçamento muito pequeno".

"Lee Daniels’ The Butler" é baseado na história de Eugene Allen, mordomo negro que serviu na Casa Branca entre 1952 e 1986, período no qual oito presidentes passaram pelo local. O papel de Oprah como mulher de Eugene é o primeiro da apresentadora no cinema desde 1988. O filme não tem previsão de data para estrear no Brasil.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
EFE
do UOL
Roberto Sadovski
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
EFE
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
AFP
Cinema
do UOL
do UOL
Cinema
BBC
do UOL
EFE
Cinema
do UOL
do UOL
AFP
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
Topo