Cinema

Elenco japonês ajudou a ambientar novo "Wolverine", diz Hugh Jackman

Eduardo Graça

Do UOL, em Nova York (EUA)

Prestes a estrear no Brasil, a superprodução "Wolverine: Imortal" traz a segunda aventura solo do herói da Marvel Comics, agora ambientada no Japão. Sobre a experiência de filmar no país asiático, o ator Hugh Jackman – pela sexta vez vestindo garras de adamantium – contou ao UOL em entrevista realizada nos Estados Unidos sobre como o elenco, composto em grande parte por atores japoneses, foi vital para dar o tom das falas e das situações que o longa descreve.

Cada vez mais à vontade na pele de Wolverine, Jackman falou sobre o desafio de aliar um personagem complexo, repleto de facetas, a uma história que seja divertida para o público, sempre à espera daquilo que marca o personagem: agressividade, ação e uma "ira descontrolada" -- para usar as palavras do próprio ator.

Já o diretor James Mangold deixou evidente o desejo de se distanciar o máximo possível do estilo dos filmes anteriores do universo "X-Men", especialmente do primeiro longa dedicado a Wolverine: "X-Men Origens: Wolverine" (2009). Para o cineasta, o longa anterior tratava de "seis ou sete mutantes" e não conseguiu focar apenas no personagem principal.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 
Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Topo