Cinema

Filme sobre assassinato de Kennedy estreia em setembro, dois meses antes dos 50 anos do crime

AP Photo/File
Kennedy foi morto em novembro de 1963 imagem: AP Photo/File

Do UOL, em São Paulo

O filme "Parkland", sobre o assassinato de John F. Kennedy, vai estrear em setembro nos Estados Unidos, dois meses antes do aniversário de 50 anos do crime. 

O longa é produzido por Tom Hanks e tem marca a estreia na direção do escritor Peter Landesman. No elenco, estão atores como Zac Efron, Marcia Gay Harden, Paul Giamatti, Billy Bob Thornton,  Jacki Weaver e Ron Livingston. As informações foram divulgadas neste sábado (27) pelo site da revista Variety.

Kennedy foi morto em 22 de novembro de 1963 em Dallas, no estado americano do Texas. O filme, que terá pré-estreia mundial no Festival de Veneza, entre 26 de agosto e 7 de setembro, é descrito como um drama de produção independente que mostra os eventos que conduzem ao assassinato do ex-presidente norte-americano, além da famosa filmagem realizada por Abraham Zapruder no momento dos tiros.
 
O título se refere ao Parkland Memorial Hospital, para onde Kennedy foi levado antes de ser declarado morto. Após dois dias, seu assassino Lee Harvey Oswald morreu na mesma região, e Jack Ruby, que o matou, também morreria lá diversos anos depois.
 
A trama irá acompanhar o impacto do assassinato em diversos personagens ao redor de Dallas no dia fatídico, incluindo um agente do FBI, um jovem doutor, uma repórter, alguns agentes secretos, a equipe de Kennedy, o irmão mais velho de Oswald, Jackie Kennedy e Zapruder.
 
Landesman já havia escrito o roteiro do drama sobre sequestro "The Mission" e adaptou o livro "The Galton Case", de Ross Macdonald, para a TV, além de escrever o famoso artigo "The Girls Next Door" para o New York Times, que inspirou o filme "Desaparecidos". 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 
Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Topo