Cinema

"Wolverine - Imortal" estreia no topo da bilheteria dos EUA, mas renda é menor do que o esperado

Do UOL, em São Paulo

O filme "Wolverine - Imortal" dominou as bilheterias dos Estados Unidos durante o fim de semana, com bilheteria estimada de US$ 55 milhões.

A arrecadação do novo filme do herói estrelado por Hugh Jackman, porém, foi menor do que o esperado pela Fox – e não chegou perto dos US$ 85 milhões nos três primeiros dias de "X-Men Origens: Wolverine", em 2009.
 
Segundo o site da revista "Variety", as previsões menos otimistas esperavam pelo menos mais US$ 10 milhões no primeiro fim de semana do filme no mercado local.
 
Com estreia em 126 países – em todos os principais mercados, includindo o Brasil e exceto Japão e China –, o filme teve bilheteria estimada em US$ 86 milhões no exterior, a melhor abertura de um filme X-Men fora dos Estados Unidos. No total, o longa, que custou US$ 120 milhões, já arrecadou mais de US$ 141 milhões pelo mundo.
 
De acordo com informações do site The Wrap, o líder do fim de semana passado, “Invocação do Mal”, ficou com o segundo lugar, com renda de US$ 22 milhões, segundo pelas animações “Meu Malvado Favorito 2”, com US$ 16 milhões, e “Turbo”, com US$ 13,5 milhões. “Gente Grande 2”, com Adam Sandler e Chris Rock, aparece na sequência, com US$ 11,5 milhões, e “Red 2: Aposentados e Ainda Mais Perigosos” com US$ 9,4 milhões.

 

A trama
Atordoado pelo passado e considerando sua imortalidade como um fardo, Wolverine descobre, aos poucos, um sentido para seguir batalhando. Com cabelo comprido, maltrapilho e desesperançoso, o personagem vagueia sem um objetivo e sofre com pesadelos sobre eventos que já viveu -- como quando ajudou um jovem soldado a sobreviver ao bombardeio de Nagazaki durante a Segunda Guerra Mundial.
 
A mente do protagonista também recebe a visita constante da memória de Jean Grey (Famke Janssen), que se torna cada vez mais uma musa para o herói, mas que nem sempre inspira bons pensamentos. Como uma válvula de escape para seus demônios, Wolverine ruma para o Japão, em episódio descrito nos quadrinhos de Frank Miller e Chris Claremont lançado em 1982. Na cronologia da série, o herói está em um momento pouco posterior aos descritos no filme "X-Men: O Confronto Final".
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 
Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Topo