Cinema

Filmagens de longa sobre golpe de 64 reabrirão Polo de Cinema de Brasília

Divulgação
Du Moscovis, André Ristum e Jonas Bloch durante as filmagens de "O Outro Lado do Paraíso" imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

O Polo de Cinema e Vídeo Grande Otelo, situado em Sobradinho e conhecido como o Polo de Cinema de Brasília, será reaberto nesta terça-feira (6) após uma década sem utilização sistemática.

Durante as próximas cinco semanas, o local abrigará as filmagens de "O Outro Lado do Paraíso", dirigido por André Ristum e com os atores Eduardo Moscovis, Simone Iliescu, Jonas Bloch, Flávio Bauraqui, Camila Márdila e Iuri Saraiva.

Adaptado do livro homônimo do escritor e editor mineiro Luiz Fernando Emediato, o filme se passará durante a ditadura militar, na década de 1960, na cidade de Taguatinga. Será retratada a saga da família de Emediato, que saiu de Minas Gerais em busca de melhores condições na capital federal.

O orçamento do filme está cotado em R$ 7 milhões e é, segundo a produção, a maior produção cinematográfica já realizada em Brasília. Quarenta e cinco artistas do Distrito Federal e mais de 60 profissionais de equipe técnica estão envolvidos na produção.

Ristum é o diretor de filmes como "Meu País" (que ganhou 6 troféus no Festival de Brasília), "14 Bis" e "Tempo de resistência, De Glauber para Jirges".

Topo