Cinema

Após saída de ator, filme sobre Freddie Mercury não deve sair do papel

Jonathan Short/AP
O ator britânico Sacha Baron Cohen compareceu à festa da premiação Men of the Year, promovida pela revista "GQ" (4/9/12) imagem: Jonathan Short/AP

Do UOL, em São Paulo

A cinebiografia de Freddie Mercury provavelmente não sairá do papel agora que o ator Sacha Baron Cohen desistiu de interpretar o líder do Queen. A informação foi divulgada pelo roteirista do longa, Peter Morgan, à BBC. Morgan já havia roteirizado "A Rainha" e "Frost/Nixon".

Baron Cohen estava ligado ao projeto desde setembro de 2010, mas desistiu em julho deste ano. De acordo com a imprensa internacional, o motivo foi "diferenças criativas".

Os membros da banda e o ator não chegaram a um acordo sobre a linguagem do filme. Os integrantes do Queen queriam um filme "limpo", livre para adultos e adolescentes, enquanto Cohen queria um filme mais "pesado", centrado na homossexualidade de Mercury.

Mercury morreu em 24 de novembro de 1991 de complicações por causa da Aids. É a primeira vez que Brian May, Roger Taylor e John Deacon, membros remanescentes da banda, permitem que direitos autorais de suas músicas sejam usados em um filme sobre o grupo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 
Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Topo