Cinema

Sem grandes sucessos, Paramount Pictures demite 110 funcionários no mundo

Divulgação
Logo dos estúdios Paramount Pictures; que anunciou 110 demissões em todo o mundo imagem: Divulgação

Do UOL, de São Paulo

O estúdios Paramount Pictures anunciaram nesta terça-feira (1º) que irá demitir 110 funcionários de seus escritórios espalhados pelo mundo.

No comunicado, a Paramount atribui o corte a um “realinhamento organizacional”, que afetará principalmente as áreas de finanças, recursos humanos, tecnologia da informação, distribuição internacional, jurídica e marketing.

A Paramount vem enfrentando financeiras dificuldades desde o últmo ano, quando não conseguiu emplacar produções de sucesso. “Além da Escuridão - Star Trek”, “G.I. Joe: Retaliação” e "Guerra Mundial Z” arrecadaram cerca de US$350 (cerca R$ 779) no mundo, abaixo das expectativas.

Na nota, o estúdio diz estar “confiante de que essas mudanças permitirão gerir os negócios com mais velocidade e flexibilidade e capitalizar totalmente as oportunidades no mercado de entretenimento global".

As demissões vão ao encontro das recentes declarações de Philipp Dauman, diretor da Viacom, que controla a Paramount, ressaltando a necessidade de controlar as despesas da empresa.

Na semana passada, Dauman disse a invesdores que a Paramount iria focar em negócios de “baixo risco”, mesmo em franquias superproduzidas, como “Tranformers” e “Missão Impossível”.

Ele afirmou que os riscos com a sequência de "Guerra Mundial Z" seriam atenuados por um cofinanciamento. “Nós temos uma história de, mesmo em tempos difíceis, manter nossas margens de crescimento.”

"Na maioria dos casos, vamos dar sinal verde para filmes que tenham potencial de consumo de outros produtos”, disse, citando planos de retomar a franquia das “Tartarugas Ninja”.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 
Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Topo