Cinema

Setenta e seis países concorrem a indicação de Oscar de filme estrangeiro

Do UOL, em São Paulo

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos Estados Unidos divulgou nesta segunda-feira (7) a lista de 76 países e seus respectivos candidatos por uma indicação ao Oscar de melhor filme estrangeiro em 2014.

Os nomes dos cinco filmes indicados para concorrer ao prêmio serão anunciados no dia 16 de janeiro. A cerimônia do Oscar 2014 acontecerá no dia 2 de março de 2014, em Los Angeles.

Entre os filmes pré-indicados estão o brasileiro "O Som Ao Redor", de Kleber Mendonça Filho, o argentino "Wakolda", de Lucía Puenzo, e o mexicano Heli, de Amat Escalante, o iraniano "O Passado", de Asghar Farhadi e o italiano "A Grande Beleza", de Paolo Sorrentino.

A Moldávia, com "All God's Children", e a Arábia Saudita, com "O Sonho de Wadjda", concorrem pela primeira vez à indicação. Montenegro, com "Ace of Spades - Bad Destiny", concorre pela primeira a uma indicação como país independente.

Esta é a edição em que mais países concorrem às indicações. O recorde anterior era do ano passado, com 71 países.

Veja a lista de 76 países e seus respectivos filmes:

Afeganistão: "Wajma – An Afghan Love Story", de Barmak Akram
Albânia: "Agon", de Robert Budina
Argentina: "Wakolda", de Lucía Puenzo
Austrália: "The Rocket", de Kim Mordaunt
Áustria: "The Wall", de Julian Pölsler
Azerbaijão: "Steppe Man", de Shamil Aliyev
Bangladesh: "Television", de Mostofa Sarwar Farooki
Bélgica: "The Broken Circle Breakdown", de Felix van Groeningen
Bósnia e Herzegovina: "An Episode in the Life of an Iron Picker", de Danis Tanovic
Brasil: "O Som ao Redor", de Kleber Mendonça Filho
Bulgária: "The Color of the Chameleon", de Emil Hristov
Cambódia: "The Missing Picture", de Rithy Panh
Canadá: "Gabrielle", de Louise Archambault
Chade: "GriGris", de Mahamat-Saleh Haroun
Chile: "Gloria", de Sebastián Lelio
China: "Back to 1942", de Feng Xiaogang
Colômbia: "La Playa DC", de Juan Andrés Arango
Croácia: "Halima’s Path", de Arsen Anton Ostojic
República Checa: "The Don Juans", de Jiri Menzel
Dinamarca: "A Caça", de Thomas Vinterberg
República Dominicana: "Quien Manda?", de Ronni Castillo
Equador: "The Porcelain Horse", de Javier Andrade
Egito: "Winter of Discontent", de Ibrahim El Batout
Estônia: "Free Range", de Veiko Ounpuu
Finlândia: "Disciple", de Ulrika Bengts
França: "Renoir", de Gilles Bourdos
Geórgia: "In Bloom", de Nana Ekvtimishvili e Simon Gross
Alemanha: "Two Lives", de Georg Maas
Grécia: "Boy Eating the Bird’s Food", de Ektoras Lygizos
Hong Kong: "The Grandmaster", de Wong Kar-wai
Hungria: "The Notebook", de Janos Szasz
Islândia: "Of Horses and Men", de Benedikt Erlingsson
Índia: "The Good Road", de Gyan Correa
Indonésia: "Sang Kiai", de Rako Prijanto
Irã, "O Passado", de Asghar Farhadi
Israel: "Bethlehem", de Yuval Adler
Itália: "A Grande Beleza", de Paolo Sorrentino
Japão: "The Great Passage", de Ishii Yuya
Cazaquistão: "Shal", de Yermek Tursunov
Letônia: "Mother, I Love You", de Janis Nords
Líbano: "Blind Intersections", de Lara Saba
Lituânia: "Conversations on Serious Topics", de Giedre Beinoriute
Luxemburgo: "Blind Spot", de Christophe Wagner
Mexico: "Heli", de Amat Escalante
Moldávia: "All God’s Children", de Adrian Popovici
Montenegro: "Ace of Spades - Bad Destiny", de Drasko Djurovic
Marrocos: "Horses of God", de Nabil Ayouch
Nepal: "Soongava: Dance of the Orchids", de Subarna Thapa
Holanda: "Borgman", de Alex van Warmerdam
Nova Zelândia: "White Lies", de Dana Rotberg
Noruega: "I Am Yours", de Iram Haq
Paquistão: "Zinda Bhaag", de Meenu Gaur and Farjad Nabi
Palestina: "Omar", de Hany Abu-Assad
Peru: "The Cleaner", de Adrian Saba
Filipinas: "Transit", de Hannah Espia
Polônia: "Walesa. Man of Hope", de Andrzej Wajda
Portugal: "As Linhas de Torres", de Valeria Sarmiento
Romênia: "Child’s Pose", de Calin Peter Netzer
Rússia: "Stalingrad", de Fedor Bondarchuk
Arábia Saudita: "O Sonho de Wadjda", de Haifaa Al Mansour
Sérvia: "Circles", de Srdan Golubovic
Cingapura: "Ilo Ilo", de Anthony Chen
Eslováquia: "My Dog Killer", de Mira Fornay
Eslovênia: "Class Enemy", de Rok Bicek
África do Sul: "Four Corners", de Ian Gabriel
Coreia do Sul: "Juvenile Offender", de Kang Yi-kwan
Espanha: "15 Years Plus a Day", de Gracia Querejeta
Suécia: "Eat Sleep Die", de Gabriela Pichler
Suíça: "More than Honey", de Markus Imhoof
Taiwan: "Soul", de Chung Mong-Hong
Tailândia: "Countdown", de Nattawut Poonpiriya
Turquia: "The Butterfly’s Dream", de Yilmaz Erdogan
Ucrânia: "Paradjanov", de Serge Avedikian e Olena Fetisova
Reino Unido: "Metro Manila", de Sean Ellis
Uruguai: "Anina", de Alfredo Soderguit
Venezuela: "Breach in the Silence", de Luis Alejandro Rodríguez e Andrés Eduardo Rodríguez

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 
Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Topo