Cinema

Filme mostrará conflito entre alunos da USP e Mackenzie durante a ditadura

Cristiano Mascaro
Alunos do Mackenzie e da Faculdade de Filosofia da USP entram em conflito na rua Maria Antonia, em 1968 imagem: Cristiano Mascaro

Do UOL, de São Paulo

A Paranoid Filmes, do cineasta Heitor Dhalia (de "Serra Pelada"), vai produzir um longa-metragem sobre o episódio que ficou conhecido como a "Batalha da Maria Antônia". Com o título de “Rua Maria Antônia - A Incrível Batalha dos Estudantes”, o filme, dirigido por Vera Egito, será distribuído pela Europa Filmes.

A trama histórica retratará os confrontos entre estudantes da Faculdade de Filosofia da USP e do Mackenzie, durante a ditadura militar, que culminaram em um conflito armado no dia 3 de outubro de 1968, na rua Maria Antônia, região central de São Paulo, deixando um jovem morto e dezenas de feridos. O episódio começou por causa de um pedágio que os alunos da USP cobravam na rua.

Ainda em fase de captação de recursos, a produção tem filmagens previstas para o segundo semestre de 2014. No elenco, estão confirmados os nomes de Débora Bloch, José de Abreu, Laura Neiva e Caco Ciocler. Ainda não há previsão de lançamento.

 “O evento serviu de inspiração para contar a história do Leon, um estudante de filosofia de 18 anos. É a partir do olhar dele que acompanhamos a batalha entre os estudantes e todas as questões ideológicas e comportamentais que explodiam naquele momento”, diz a diretora Vera Egito.

Produzido por Tatiana Quintella, “Rua Maria Antônia” será o segundo filme da Paranoid, que estreia nos cinemas nesta sexta (18), com "Serra Pelada", de Heitor Dhalia.

$!$render-component.split('/')[$math.sub($render-component.split('/').size(), 1)]
Topo