Filmes e séries

Associação expulsa crítico que chamou Steve McQueen de "lixeiro ridículo"

Kevin Winter/Getty Images/AFP
Lupita Nyong'o, Chiwetel Ejiofor, Steve McQueen, Sarah Paulson e Michael Fassbender no Globo de Ouro 2014 Imagem: Kevin Winter/Getty Images/AFP

Do UOL, em São Paulo

13/01/2014 18h32

Armond White, polêmico crítico de cinema do CityArts, foi expulso da New York Film Critics Circle (tradicional associação de críticos de cinema de Nova York)  após ter xingado o diretor Steve McQueen no início do mês, enquanto ele recebia o prêmio de melhor direção por "12 Anos de Escravidão", na cerimônia de premiação da NYFCC.

Segundo a revista “Variety” com informações do membro da organização Owen Gleiberman, o grupo votou a saída de White devido ao péssimo comportamento do crítico durante a referida premiação, que ocorreu no dia 6 de janeiro. "Você é um porteiro e um lixeiro ridículo. Vá se f...", gritou ele a McQueen durante o discurso de agradecimento. Não se sabe se o diretor não ouviu ou ignorou o agressor, mas não interrompeu seu discurso.

White já havia escrito em sua crítica que o filme de McQueen era o mais desagradável desde "O Exorcista" (1973). "Isso mesmo, '12 Anos de Escravidão' pertence ao gênero pornô com tortura, como 'O Albergue', 'A Centopéia Humana' e a franquia 'Jogos Mortais', mas faz parte de uma nova leva de filmes que é vendido (erroneamente) como 'uma conversa sobre raça'", escreveu ele.

O crítico chegou a negar o ocorrido na premiação em entrevista ao site da revista "Hollywood Reporter", dizendo que "tais comentários nunca foram proferidos por mim ou por qualquer um dentro do meu alcance da voz. Eu tenho sido caluniado por publicações que, de forma imprudente, citam fontes anônimas".

A Film Lincoln Society, no entanto, logo após o ocorrido, postou o áudio do evento no qual dá para ouvir um homem falando as palavras “porteiro” e “vá se f...” durante o discurso de McQueen. 

A premição do Globo de Ouro foi realizada na noite deste domingo (12) e "12 Anos de Escravidão" levou o prêmio de melhor filme de drama. Antes considerado favorito, o longa de Steve McQueen levou apenas um troféu, o principal da noite, e segue como um dos grandes nomes para levar a estatueta de melhor filme no Oscar.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
AFP
do UOL
do UOL
Reuters
Reuters
do UOL
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
redetv
do UOL
EFE
do UOL
do UOL
do UOL
Cinebiografia a caminho
Reuters
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
UOL Entretenimento
do UOL
do UOL
do UOL
Chico Barney
Roberto Sadovski
redetv
redetv
do UOL
EFE
EFE
do UOL
do UOL
Cinema
do UOL
do UOL
do UOL
Reuters
do UOL
do UOL
EFE
EFE
Colunas - Flavio Ricco
Roberto Sadovski
redetv
UOL Cinema - Imagens
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo